SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Feira de inovação agita Universidade de Brasília (UnB)

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 28/11/2014 21:01 / atualizado em 01/12/2014 12:20

Isabela Bonfim

Nesta sexta e sábado (28 e 29) ocorre a 6ª Feira de Negócios e Inovação do Centro de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico da Universidade de Brasília (CDT/UnB). O evento gratuito e aberto ao público promove atividades para difundir a cultura empreendedora e de inovação para negócios, serviços e processos. Além de palestras e workshops, a feira também conta com a exposição de projetos do programa Multincubadora de Empresas do CDT e empresas juniores da UnB. Os alunos da disciplina Introdução à Atividade Empresarial, ofertada pela Faculdade de Tecnologia, também têm a oportunidade de expor os projetos desenvolvidos durante o semestre.

Os visitantes recebem cédulas simbólicas na entrada do evento e são convidados a entregar para os expositores, como símbolo do investimento que fariam naquele projeto. Ao final da feira, os projetos com mais investimentos são premiados, assim como a melhor proposta de negócios, de acordo com a banca avaliadora do CDT.

O ponto forte da feira é o encontro entre jovens empreendedores com empresários e instituições parceiras. Nesta sexta, o momento chamado "Negocia Concentro" deu a empresas juniores a oportunidade de apresentar os projetos para representantes do mercado sênior em diferentes ramos de atuação. Os estudantes receberam feedback dos empresários e puderam conversar e negociar em um ambiente menos formal.

A inciativa também contou com a premiação Empresas Sonho, em que os estudantes escolheram as empresas em que mais desejavam estagiar e trabalhar após concluir a graduação. As empresas homenageadas foram FALCONI Consultores de Resultado, Google e AmBev.

A Feira de Negócios e Inovação do CDT/UnB ocorre desde 2011. Na edição anterior, reuniu 1.995 pessoas, sendo 1.163 alunos de graduação; 698 visitantes; 111 colaboradores do CDT; 24 empresários incubados e 26 empresas juniores. Dentre os objetivos do evento estão: estimular a criação de negócios inovadores; possibilitar espaço para discussão e amadurecimento das ideias; e expor os planos de negócios desenvolvidos nas disciplinas de graduação, pós-graduação e, agora, no Programa Novos Talentos, ofertados pelo CDT/UnB. Nesta edição, pela primeira vez, a feira vai contar também com a presença de alunos do ensino médio.

Oficina Novos Talentos
É a primeira vez que estudantes de ensino médio participam do evento. Assim como os universitários, durante um semestre os alunos do 2º ano Centro de Ensino Médio da Asa Norte (CEAN) cursaram uma modalidade júnior da disciplina Introdução à Atividade Empresarial ofertada pelo CDT/UnB e tiveram a tarefa de criar uma empresa e elaborar um plano de negócios.

Na categoria Ensino Médio, o projeto vencedor foi o Fitness Food, proposta de um quiosque de comida anabólica a ser instalado em academias. “É uma ideia inovadora e conveniente”, defende Pedro Henrique Luz, um dos membros da equipe. Raisa Dias, outra integrante do grupo, explica que trata-se de receitas saudáveis, baseadas em dietas para quem quer ganhar massa muscular. “O objetivo é criar alimentos com ingredientes saudáveis, mas sem perder o gosto”. Para a feira, os estudantes trouxeram brigadeiro feito de leite desnatado e suplemento alimentar enriquecido em proteína.

Os vencedores acreditam que os seis meses de projeto ajudaram a desenvolver o espírito empreendedor. “A gente não tinha muita ideia do que era empreendedorismo, depois da oficina eu tenho uma visão muito mais ampliada, tenho vontade de dar continuidade a essa empresa e futuramente pensar em outras", explica Pedro.

 

Isabela Bonfim

Rodada de Negócios Concentro
Empreendedores juniores tiveram a oportunidade de encontrar empresários seniores
Durante a rodada de negócios, estiveram presentes representantes de 19 empresas juniores e dez empresários seniores do Distrito Federal. Tanto os estudantes quanto os empresários tiveram apenas um minuto para explicar sobre as empresas em que trabalham e depois os participantes tiveram um momento informal para conversar e negociar.

João Lucas Silva, gerente de projetos da rede de sorveterias Gula Gelada, disse já ter sido membro de empresa júnior e ficou feliz em participar do evento. “É uma grande oportunidade estar em contato com potenciais empreendedores, eu participei de empresa júnior na época da faculdade e fico feliz de ver o resultado desse movimento e poder contribuir para o crescimento dele.”

João Batista Leme, master coach na empresa de treinamento corporativo Conecte, defende que esse contato é favorável para qualquer empresário. “O empresário sozinho não vai a lugar algum. Essa é uma oportunidade de entrar em contato com outros empresários, principalmente universitários, que são um grupo diferenciado.”

Amanda Meireles, da empresa júnior Ecoflor, ressaltou a importância de eventos como este para que jovens empreendedores tenham maior contato com o real mercado de trabalho. “Nós temos dificuldade em entender o mercado, porque estamos incubados dentro da universidade e esse é um mundo quase perfeito. Encontrar outros empresários e ver exemplos reais ajuda a dar um norte no que precisamos desenvolver dentro da empresa júnior”, explica. Rafael Rodeiro, da empresa júnior Grupo Gestão, explica que as empresas juniores têm dificuldade de contatar o mercado externo e captar novos clientes e que o evento pode ajuda-lo nisso. “É uma oportunidade de conversar e apresentar o seu trabalho para possíveis clientes. Achei a ideia sensacional”.

Confira a programação completa da feira aqui.

Serviço
6ª Feira de Negócios e Inovação do CDT/UnB
28 e 29 de novembro de 8h30 às 18h
Centro Comunitário da Universidade de Brasília - câmpus Darcy Ribeiro

Tags:

publicidade

publicidade