SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Educação superior

Novo reitor deve concluir institucionalização da Unilab

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 17/03/2015 11:22

Portal MEC

O ministro interino da Educação, Luiz Cláudio Costa, empossou na tarde desta segunda-feira, 16, Tomáz Aroldo da Mota Santos no cargo de reitor da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab). O novo reitor deve concluir o processo de institucionalização da universidade.

 

A Unilab iniciou as atividades acadêmicas em 2011 com cinco cursos, e no ano seguinte já ofertava 1.010 matrículas. Com sede em Redenção (CE), a universidade tem como objetivo – além do ensino superior, pesquisa e extensão – formar recursos humanos para contribuir com a integração entre o Brasil e os demais países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), especialmente os africanos, e promover o desenvolvimento regional e o intercâmbio cultural, científico e educacional.

 

Para Costa, a universidade cumpre um papel fundamental ao permitir o acesso democrático e interiorizar a educação superior, além de fortalecer a relação entre Brasil e outros países da língua portuguesa. “A Unilab é um projeto de internacionalização da educação superior brasileira com solidariedade”, afirmou.

 

Tomáz Aroldo da Mota Santos é graduado em farmácia-bioquímica pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), doutor em bioquímica e imunologia pela mesma instituição e pós-doutorado em imunologia, pelo Instituto Pasteur, de Paris, na França. É professor associado da UFMG, onde já atuou como pró-reitor de extensão, diretor do Instituto de Ciências Biológicas e reitor entre 1994 e 1998. Tem experiência na área de imunologia, com ênfase em imunoparasitologia e imunobiologia, além de contribuir com os temas universidade e universidade pública.

publicidade

publicidade