SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Educação superior

Colégios universitários propõem inovações pedagógicas na Bahia

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 21/05/2015 09:47 / atualizado em 21/05/2015 11:44

Portal MEC

Oferecer aulas por meio de tecnologia digital, inovar os modelos pedagógicos e investir em formação de professores. Com esses objetivos, a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) implantou os colégios universitários, que já atendem a oito cidades do interior do estado. O projeto, que funciona em parceria com a Secretaria Estadual de Educação, faz parte do programa Educar para Transformar, lançado pelo governo da Bahia.

 

Os colégios universitários são operados e supervisionados pela UFSB em instalações de escolas estaduais de ensino médio, cedidas pelo governo estadual. Os estudantes são aqueles que ingressaram normalmente na universidade. Eles assistem às mesmas aulas ministradas nos campi, transmitidas digitalmente.

 

Segundo o reitor da UFSB, Neomar Almeida, a interação da universidade com as escolas de ensino médio se dará com a atuação na formação do quadro de professores da rede estadual. Programas de mestrado levarão a uma melhora acentuada da qualidade do ensino público. “Há previsão de um programa de educação continuada que atenda às demandas de qualificação desses professores”, disse Almeida.

 

A inovação pedagógica fica por conta de modelo baseado na solução de problemas, com forte autonomia de aprendizagem. A grade curricular é flexível, e o estudante constrói a trajetória ao longo do curso. Outra novidade didática é a criação de equipes de aprendizagem ativa, formadas por estudantes de todas as etapas (primeiro, segundo e terceiro anos), com supervisão de um residente e sob orientação de um quadro da UFSB.

 

Implantados nas cidades de Itabuna, Ilhéus, Ibicaraí, Teixeira de Freitas, Santa Cruz Cabrália, Coaraci, Porto Seguro e Itamaraju, os colégios universitários oferecem a área básica de ingresso, que equivale ao primeiro ano em comum dos bacharelados e licenciaturas interdisciplinares.

publicidade

publicidade