MEC contesta reportagem do programa Bom Dia, Brasil

Pasta apontou que dados sobre programa Fies (como aumento na taxa de juros e número de contratos não renovados) estavam incorretos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 27/07/2015 15:18 / atualizado em 27/07/2015 15:25

O Ministério da Educação (MEC) publicou uma nota no site oficial contestando informações sobre reportagem veiculada pelo programa Bom Dia, Brasil na manhã desta segunda-feira (27).

 

Confira a nota na íntegra:

 

A reportagem sobre as renovações de contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) apresentada no programa Bom Dia, Brasil desta segunda-feira, 27, contém incorreções. A fim de fornecer aos estudantes e à sociedade as informações corretas sobre o material divulgado pelo telejornal da Rede Globo, o Ministério da Educação afirma:

 

1. Não existem “200 mil contratos” do Fies que deixaram de ser renovados. Conforme informado à emissora, o balanço final será apresentado no decorrer desta semana, já que o prazo para renovação se encerrou no dia 15 último. O MEC reafirma, porém, que os levantamentos preliminares apresentam um número inferior a 100 mil.

 

2. A reportagem afirma: “Mesmo os que tiveram o seu contrato renovado terão de pagar juros mais altos”. Essa informação não é correta. A mudança na taxa de juros só vale para os novos contratos, que serão firmados a partir do segundo semestre deste ano.

 

3. O sistema on-line de renovação do Fies, aberto desde o dia 31 de janeiro, apresentou problemas técnicos no período de 23 de janeiro a 7 de março último. Tais falhas foram solucionadas, e o sistema vem funcionando perfeitamente desde 8 de março, o que permitiu o aditamento de mais de 1,8 milhão de contratos.

 

4. Por fim, o MEC reforça: todos os estudantes que já estão no Fies e que, por alguma razão, não realizaram o aditamento referente ao primeiro semestre de 2015 podem fazê-lo durante o período de renovação do segundo semestre, que terá início em 3 de agosto.

 

Assessoria de Comunicação Social do Ministério da Educação