SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Brasil conquista 14 medalhas no mundial de matemática universitária

Competição de conhecimento é a maior da disciplina para estudantes universitários. Participaram alunos de 74 universidades de todo o mundo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 03/08/2015 16:58 / atualizado em 04/08/2015 11:00

Arquivo pessoal
O Brasil conquistou 14 medalhas (3 de ouro, 5 de prata e 6 de bronze) na 22ª Competição Internacional de Matemática para Estudantes Universitários (IMC, na sigla em inglês), que terminou no último sábado (1º), na Bulgária. A competição contou com a participação de 326 estudantes de 74 universidades.

A delegação brasileira foi representada por 20 estudantes os que não foram medalhistas terminaram com a premiação de menção honrosa. O destaque da delegação nacional foi Glauber de Lima Guarinello, do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), ganhador de medalha de ouro com 61 pontos. No ranking por equipes o ITA conquistou a melhor colocação brasileira ficando na 15ª posição.

Veja o resultado completo da delegação brasileira na competição

O evento, organizado pelo University College London em parceria com a American University in Bulgaria, é a maior competição para estudantes universitários e recebe os mais destacados graduandos em matemática e ciências afins de todo o mundo.

A delegação brasileira contou com representantes do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e Instituto Militar de Engenharia (IME), acompanhados pelo professor Fábio Dias Moreira, do Rio de Janeiro (RJ).

Como participar da IMC
No Brasil, a Comissão Nacional de Olimpíadas de Matemática da SBM indica os estudantes universitários que tenham sido premiados na Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM) com medalhas de ouro, prata ou bronze. Os competidores devem cursar do primeiro ao quarto ano do ensino superior e não ter título universitário anterior, podendo ser estudantes de qualquer carreira acadêmica.

A Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM) é um projeto conjunto do Instituto Nacional de Matemática Pura Aplicada (IMPA) e da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM).

publicidade

publicidade