SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Docentes federais aprovam saída da greve

Fim da paralisação deve ocorrer entre 13 e 16 de outubro. Greve foi a mais longa da história e durou mais de 131 dias

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 09/10/2015 17:09 / atualizado em 09/10/2015 17:32

Os professores federais aprovaram o fim da greve, que deve ocorrer entre terça (13) e a sexta-feira (16), segundo comunicado divulgado nesta sexta-feira (9) pelo Comando Nacional de Greve (CNG) do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes). A greve dos docentes foi a mais longa da história das instituições federais de ensino superior. A paralisação começou em 28 de maio e completou 125 dias nesta semana. A última, em 2012, durou 124 dias.

 

“Se a greve se estendeu por um longo período, sendo a mais longa da história do Andes, deve-se a essa conjuntura na qual o governo federal tomou o partido da austeridade adotando medidas de cortes. Sem verbas, as instituições estão sem condições de funcionamento, pois faltam recursos para tudo, e a greve se impôs na necessidade de fazer frente a essa situação precária”, afirmou Paulo Rizzo, presidente do Andes. Os professores exigiam melhores condições de trabalho, garantia de autonomia, reestruturação da carreira e reajuste salarial para ativos e aposentados.

 

Com informações da Andes

publicidade

publicidade