SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Trabalho social

Universidade mostra rotina de consultório a futuros dentistas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 15/01/2016 19:04

Portal MEC

Estudantes de odontologia da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) vivem o dia a dia de um consultório odontológico antes de entrar no mercado de trabalho. A adaptação ao ambiente profissional ocorre no complexo de clínicas odontológicas da instituição, onde 900 atendimentos gratuitos são realizados por mês, aproximadamente.

 

Prevenção de doenças, limpeza dos dentes, periodontia, restauração, tratamento de canal, próteses e até cirurgias orais menores são alguns dos procedimentos gratuitos oferecidos à comunidade. Os serviços são prestados em parceria da UFMS com o Sistema Único de Saúde (SUS) e com a Secretaria de Saúde do município de Campo Grande.

 

Segundo o coordenador do complexo, professor Paulo Zarate, 55 anos, as atividades seguem as diretrizes curriculares nacionais estabelecidas pelo Ministério da Educação e pela Associação Brasileira de Ensino Odontológico (Abeno). “Conhecer as clínicas odontológicas e seus equipamentos faz com que o ambiente de trabalho não seja novidade para os novos profissionais”, diz o professor. “É no atendimento acadêmico que eles se preparam para o mercado profissional.”

 

Na UFMS, a experiência começa no segundo semestre, quando futuros dentistas participam de estágio de ambientação com o consultório clínico e seus equipamentos. No quarto semestre, começam os estágios na clínica de estomatologia e radiologia. Lá, são realizados exames e diagnósticos e feitos os encaminhamentos a clínicas especializadas. Os atendimentos com pacientes começam no oitavo semestre e vão até o fim do curso.

 

Loriane Ricalbe, 20 anos, avalia seus três anos de estágio como uma oportunidade para exercer a teoria na prática. “Aplicar nos pacientes o que aprendemos na sala de aula é bem legal”, afirma a aluna do quarto ano. “A satisfação deles também nos faz ver como nosso trabalho é importante: todo o dia, vejo que é isso que eu gosto de fazer.”

 

Transferido de universidade particular, Luís Augusto Souza, 23 anos, também gosta da experiência. “Aqui, vemos uma realidade que nos sensibiliza; atendemos muitas pessoas carentes, o que nos exige um atendimento personalizado e de acordo com as necessidades de cada um”, salienta. “Temos pacientes que não têm nem escova de dentes, e isso resulta em mais responsabilidade profissional e maior comprometimento com a odontologia.”

 

O complexo de clínicas odontológicas da UFMS também oferece atendimento especializado nas clínicas de odontobebê, odontopediatria, ortodontia e no atendimento a pessoas com necessidades especiais.

 

Social — A UFMS realiza também ações sociais nas escolas públicas sul-mato-grossenses e oferece auxílio a professores de turmas do primeiro ao nono ano do ensino fundamental, com o Grupo de Apoio ao Ensino de Ciências e Matemática (Gaecim). Cursos de extensão e pesquisas em ecologia e conservação da diversidade biológica e atendimento psicológico, veterinário e jurídico são ofertados gratuitamente.

 

Mais informações na página da UFMS na internet.

publicidade

publicidade