SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

José Pacheco abre ano letivo com aula magna na Unb

O professor da Universidade do Porto é fundador da Escola da Ponte, instituição pública reconhecida mundialmente por adotar modelo sem séries ou ciclos . Veja galeria de fotos do evento

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/03/2016 11:57 / atualizado em 09/03/2016 12:52

Jéssica Gotlib /Especial para o Correio

Mais de 4 mil calouros da Universidade de Brasília (UnB) foram recebidos na manhã desta segunda-feira (7) durante a aula magna no Centro Comunitário. O palestrante convidado deste semestre foi o professor doutor em educação pela Universidade do Porto, José Pacheco, que falou aos alunos sobre as experiências que envolvem o aprendizado.

 

"Todos os anos eu dava aulas, preparava bem as aulas e no final, alguns alunos não conseguiam nota e iam engrossar as turmas de reaproveitamento. Comecei a sentir uma frustração tremenda, uma incompetência absurdo. Um dos problemas era todos nós estarmos sozinhos dentro da sala de aula", contou o professor. "Projetos humanos são atos coletivos. Sozinhos não fazemos nada", explicou ele. "Meus alunos não tinham dificuldade de aprendizagem, era eu que tinha dificuldades de ensinar", finalizou ele.

 

Os alunos também conheceram o trabalho da Diretoria de Diversidade (DIV) em um estande onde recebiam panfletos informativos sobre LGBTfobia. Segundo o coordenador da diversidade sexual, Thiago Magalhães, as ações visam promover a cultura de paz e o respeito aos direitos humanos na universidade.

 

No estande da Diretoria de Esporte, Arte e Cultura (DEA), os alunos puderam ajudar a pintar um painel com tema livre que fará parte do acervo da DEA. Lorena Bicalho, produtora cultural da diretoria, explicou que a intenção foi promover um primeiro contato com os calouros.

 

Os estudantes receberam ainda um kit "sobrevivência" com uma garrafa plástica, um bloco de notas, uma caneta e um mapa explicando os câmpus da UnB.


 

Segunda oportunidade

Também nesta segunda, a jornalista Sônia Bridge falará aos estudantes às 19h30 no anfiteatro 9, localizado no ICC Sul. Quem perdeu a palestra desta segunda-feira terá a oportunidade de ouvir o professor José Pacheco na próxima quarta (9), às 10h, em um evento aberto ao público na Livraria do Chiquinho, no Ceubinho (ICC Norte).Veja a programação completa da semana de boas vindas.

 

Escola da ponte

Pacheco é referência mundial nos estudos sobre educação democrática, método de ensino que privilegia a autonomia dos estudantes. A metodologia foi implantada por ele e outros pesquisadores na Escola da Ponte, em Portugal. A escola é pública e funciona desde 1976. Lá, a premissa básica é que cada estudante faz um percurso educativo que supõe um conhecimento cada vez mais aprofundado de si mesmo e um relacionamento solidário com os colegas. Não existem séries, salas de aula ou ciclos.

 

O processo individual de cada aluno passa por três núcleos distintos: o de iniciação, consolidação e aprofundamento. No primeiro, a tutoria é feita com maior frequência pelos mais velhos. É nesta etapa que são aprendidas as regras de convívio coletivo e interiorizada a noção de compromisso consigo mesmo e com os outros alunos.

 

Na fase de consolidação, o tutoramento diminui e o estudante começa a gerir de forma autônoma os conhecimentos relacionados ao ciclo básico de ensino. Por fim, as crianças e adolescentes assumem um comportamento mais independente e começam a gerenciar as próprias atividades e as atividades do grupo aprendendo os conteúdos do segundo ciclo de ensino da educação portuguesa.

publicidade

publicidade