SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Louise é lembrada em missas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 18/03/2016 17:41

Hélio Montferre
Familiares e amigos se reuniram na Paróquia São Miguel e Santo Expedito, na Entrequadra 303/304 Norte, para a missa de 7º dia de Louise Maria Ribeiro, estudante de 20 anos, assassinada pelo colega Vinícius Neres, na semana passada. A igreja, local onde a estudante de biologia da Universidade de Brasília fez catequese, foi o palco escolhido para a emocionante noite de orações e cânticos religiosos.

Breno Fortes
Em contraste com a missa feita na UnB, realizada pela manhã sem a presença de parentes, a da paróquia contou com a presença do pai, da mãe e das duas irmãs — uma delas cantou no coral. Segundo o pai, o tenente do Exército Ronald Ribeiro, a última semana foi “uma coisa inexplicável”. “Você acorda, anda, toma café, almoça, tenta manter a rotina. Ela simplesmente não está lá”, relata. “A gente tenta segurar a família neste momento, mas estamos em pedaços. Pelo menos a Justiça foi feita e ele está preso.” Vinícius está na papuda e ontem teve a expulsão da UnB confirmada.

Na universidade
No fim da manhã de ontem, a Comunidade Católica da UnB realizou uma missa pelo 7º dia de falecimento de Louise, no Instituto Central de Ciências (ICC) Sul. Cerca de 150 pessoas compareceram ao Anfiteatro 6 para a cerimônia. Mesmo quem não conhecia a estudante se sensibilizou com a situação. “Eu não a conhecia e também não sou católica, mas vim aqui como forma de solidariedade”, cita Carolina Coelho, 22, estudante de medicina. Os familiares de Louise não estavam presentes.

publicidade

publicidade