SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Cearense é selecionado para cursar graduação no Japão com bolsa

Brasileiro de Fortaleza foi aprovado no processo seletivo e cursará engenharia eletrônica em universidade japonesa

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 05/04/2016 13:10

O jovem Hygison Brandão, 21 anos, é um dos cinco brasileiros escolhidos para cursar o ensino superior no Japão com todas as despesas pagas. Ele foi aprovado em um processo seletivo promovido pelo Consulado Japonês no Brasil, por meio dos Ministérios da Educação, Cultura, Esporte e Ciência e Tecnologia (MEXT). O universitário embarcou para o Japão no último domingo (4), onde irá cursar engenharia eletrônica.“Não quero criar muita expectativa, mas estou aberto para  novos conhecimentos”, conta. 

Hygison sempre foi um aluno dedicado . Os pais são professores e o incentivaram nos estudos. Ele sonhou em ser engenheiro e durante o ensino médio, cursado no Colégio Ari de Sá, começou a ser preparar para a prova do Instituto Militar de Engenharia (IME). “Os conteúdos da prova do IME e da seleção para o Japão eram bem parecidos e isso me ajudou bastante a ser aprovado.” 

Hygison foi aprovado no IME mas decidiu ir estudar no Japão
O jovem chegou a ser aprovado no instituto militar, mas após saber da segunda aprovação do consulado japonês, resolveu que seguiria para o Japão. “Minha mãe me apoiou e meu pai ficou preocupado por eu ir para outro lado do mundo, mas acabou aceitando. Meus amigos não acreditaram quando falei do processo seletivo. É algo muito aleatória você falar que tem a  possibilidade de ir p ara o Japão, mas depois que passei eles mudaram de ideia”, relata. 

Hygison superou 300 candidatos em provas matemática, física, química e inglês. Aprovado, agora ele irá cursar um ano de japonês e depois seguirá para a graduação, em uma instituição que será escolhida de acordo com a nota obtida no primeiro ano. “Vai ser fantástico conhecer outro país, que tem cidades incríveis e universidades boas, além de outro estilo de raciocínio. Será uma ótima forma de abrir as portas do mercado.” O jovem quer usar a tecnologia para construir ferramentas em um laboratório. Ele ainda pretende fazer mestrado depois da graduação, na Alemanha ou na França

publicidade

publicidade