SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

EDUCAÇÃO »

Superpoder para o vestibular

Cursinho promove revisão especial para o exame da UnB. Vestidos de personagens de histórias em quadrinhos, professores tiram dúvidas e dão dicas para as provas, no sábado e no domingo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 02/06/2016 19:03 / atualizado em 02/06/2016 19:04

Minervino Junior

Batman, Homem de Ferro, Chapolin Colorado, Mulher Elástica, Darth Vader e até o simpático Pokémon Pikachu. Todos unidos para ajudar 600 estudantes a passarem no vestibular. A guerra entre heróis e vilões, digna de peça teatral de megaprodução, não passou de encenação de cerca de 40 professores para revisar, de forma divertida e lúdica, as matérias do exame. Além disso, um momento para relaxar da rotina de estudos e preparar, inclusive, o lado psicológico dos alunos para o certame. As provas da Universidade de Brasília (UnB) serão no próximo fim de semana.

No roteiro, Luck Skywalker, um lendário cavaleiro Jedi, recebe dicas de outros famosos personagens das telas de cinema para conseguir a força. Neste caso, a força significa uma vaga na UnB. “A expectativa para a prova está grande. Muita ansiedade. Então, esse tipo de aula ajuda a relaxar”, comentou Vinícius Gabriel Chaves dos Santos, 18 anos. O jovem prestará vestibular para ciências sociais, depois de passar mais de seis meses estudando cerca de oito horas por dia. “Fiquei atento para pegar as dicas que eles deram e ainda consegui tirar algumas dúvidas.” Uma delas foi tirada por um anti-herói de filme de ação, interpretado pelo professor de química Paulo Santos, 35. “A gente tenta encaixar o filme e o conteúdo. No caso da minha matéria, falamos de polímeros, vulcanização, como uma forma de construir tecidos sintéticos para os personagens dos Incríveis”, explicou.

Uma das personagens mais queridas pelos alunos, a Mulher Elástica ficou a cargo da professora de português Fabiana Freitas, 38. “O grande contexto para a redação é que o aluno perceba a tecnologia, quanto a sociedade avançou e como tudo influencia nela, ou seja, é preciso juntar ciência, tecnologia e comportamento”, observou Fabiana. Nathalya Rodrigues Martins, 18, tentará uma vaga para relações internacionais. Como a rotina de estudos só engrenou há pouco tempo, a estudante prefere não apostar o resultado. “Tem meio semestre que entrei em um cursinho. Meu foco é o Enem. Se não passar agora, não tem problema. Não vou desistir”, garantiu.

Segundo a coordenadora geral do pré-vestibular Alub, Cláudia Leite, a peça já é tradição. Ocorre há 16 anos. “São dicas quentes para o vestibular. No ano passado, três das que demos aqui caíram na prova da UnB. Foram duas dicas de história e uma de português”, relembra. Para Cláudia, o Alub Dicas é uma oportunidade de revisar o conteúdo em clima de farra. “Fazemos sempre no máximo três dias antes da prova, para recapitular mesmo. Um momento de extravasar, pois eles ficam muito angustiados, com pressão de todo lado.”

publicidade

publicidade