SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Instalação de CPI para investigar a União Nacional dos Estudantes é adiada

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/06/2016 19:37 / atualizado em 07/06/2016 19:40

Agência Câmara

Ele quer que a comissão parlamentar investigue seis pontos, entre eles convênios entre o governo federal e a UNE entre 2011 e 2016; a aplicação dos R$ 44,6 milhões recebidos pela entidade como indenização por danos ocorridos durante a ditadura militar e a arrecadação da entidade com a confecção de carteiras estudantis nos últimos cinco anos.

A instalação das CPIs é acompanhada da eleição dos presidente do colegiado, que designa o relator do caso. O presidente e o relator são definidos após negociação entre os partidos. O prazo de funcionamento das duas comissões é de 120 dias, prorrogável por mais 60 dias se o Plenário concordar.

Ainda não há data prevista para a instalação da CPI.

publicidade

publicidade