Educação superior

Ministro destaca importância da universidade no contexto social

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 21/06/2016 17:40

 

“Quando se discute educação é preciso levar em conta a força, o prestígio, o significado e a importância das universidades federais, que hoje têm uma presença nacional”, afirmou o ministro da Educação, Mendonça Filho, durante reunião da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) nesta terça-feira, 21, em Brasília.

 

Mendonça destacou a expansão universitária que aumentou o universo dos alunos atendidos nas universidades federais, se aproximando de 1,2 milhão de matrículas em cursos de graduação, mas ressaltou que o país vive outro contexto econômico. “Vamos continuar, com diálogo, com a ampliação dos investimentos dentro das várias unidades das universidades federais. Quero reafirmar nosso compromisso, e a parceria com a Andifes será levada adiante”, disse o ministro.

 

Mendonça também lembrou a importância da presença das instituições junto às comunidades e o impacto que uma universidade federal provoca na região. “Temos que levar em consideração que o papel das federais públicas vai muito além da graduação; envolve a pesquisa, extensão e uma inserção comunitária e social extremamente relevante para todos os estados da federação”, concluiu.

 

Andifes A Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior foi criada em 1989 para representar as universidades federais na interlocução com o governo federal, com as associações de professores, de técnicos administrativos, de estudantes e com a sociedade em geral. Fazem parte do colegiado dois centros federais de educação tecnológica (Cefets), dois institutos federais de educação, ciência e tecnologia (Ifets) e 63 universidades federais, localizados em todos os estados da federação e no Distrito Federal.