SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Cultura debate ataques racistas e homofóbicos na Universidade de Brasília

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 14/07/2016 17:40

Agência Câmara

A Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados realiza hoje audiência pública para discutir os aspectos culturais dos recentes ataques racistas e homofóbicos que partiram de grupo extremista contra estudantes da Universidade de Brasília (UnB).

A deputada Erika Kokay (PT-DF), que propôs o debate, destaca o crescente aumento nos casos de ataque racistas e homofóbicos dentro da UnB.

“Esse tipo de manifestação representa uma agressão aos valores democráticos, aos estudantes e à própria universidade, e que por isso mesmo é intolerável sob todos os aspectos, merecendo o mais profundo repúdio da sociedade”, afirma a parlamentar.

Ataques

Em 17 de junho, um grupo de manifestantes foi ao Instituto Central de Ciências da UnB com megafone e bandeiras do Brasil e começou a gritar insultos racistas e homofóbicos, provocando e intimidando os estudantes. Além dos xingamentos e ameaças de agressão, os alunos dizem que foram seguidos por um motociclista no estacionamento da universidade.

Convidados
Foram convidados para discutir o tema:

- o coordenador-geral do Diretório Central dos Estudantes da UnB, Victor Aguiar De Melo Souza;

- a coordenadora das questões negras da Diretoria da Diversidade da UnB, Joelma Rodrigues

- a Procuradora da República no Distrito Federal, Luciana Loureiro;

- o coordenador geral da Federação de Sindicatos de Trabalhadores das Universidades Brasileiras, Rogério Fagundes Marzola;

- a dirigente municipal de Educação de Serrinha (BA), presidente da Undime Bahia e Undime Região Nordeste, Gelcivânia Mota Silva;

- a secretária de Segurança Pública do Distrito Federal, Márcia De Alencar Araújo; e

- a vice-presidente regional (DF) da União Nacional dos Estudantes, Luiza Calvette Costa.

A audiência será às 14 horas, no plenário 10.

publicidade

publicidade