Consulta para reitor da UnB começa nessa terça-feira

Alunos, professores e servidores poderão votar em uma das três chapas concorrentes

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 29/08/2016 21:23 / atualizado em 30/08/2016 14:42

O processo de consulta à comunidade acadêmica para escolha do reitor(a) e vice-reitor(a) da Universidade de Brasília (UnB) para a gestão 2016/2020 começa na terça-feira (30) e vai até quarta-feira (31), nos câmpus Darcy Ribeiro, Gama, Planaltina e Ceilândia. As urnas estarão disponíveis das 7 às 21 horas, em locais predeterminados pela Comissão Organizadora da Consulta (COC). Clique aqui e confira a lista de sessões.


A COC é responsável por coordenar, fiscalizar e organizar todos os aspectos relacionados à consulta. Cabe também à comissão cuidar da apuração dos votos e divulgar o resultado final previsto para 1º de setembro a partir das 9 horas no Centro Comunitário Athos Bulcão.

As três chapas que concorrem à administração superior da universidade são Denise Bomtempo e José Manoel Sánchez, Márcia Abrahão e Enrique Huelva, e Ivan Camargo e Sônia Báo, na disputa pela reeleição.

Paridade
Neste ano, como em 2008 e 2012, o Conselho Universitário (Consuni) da UnB decidiu que a contagem dos votos seguirá o modelo Paritário, no qual os votos de alunos, professores e servidores correspondem a 1/3 do total. A contagem é diferente do regime Proporcional no qual professores têm peso de 70% na decisão, contra 15% dos alunos e 15% dos técnicos, adotado pela UnB até 2008.

Indicação
Ao final da votação, a lista com a classificação das três chapas é enviada ao Ministério da Educação (MEC) que pode ou não seguir a ordem decidida nas urnas. Em 1998, por exemplo, o então ministro da Educação, Paulo Renato Souza, escolheu o terceiro colocado da lista tríplice, José Henrique Vilhena, para comandar a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).