SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Brasilienses ficam com o primeiro lugar em festival de cinema

Depois da vitória, está confirmada a participação em festival de Londres

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/10/2016 19:41 / atualizado em 10/10/2016 20:35

Reprodução
O filme Transposição - a espera pelo rio São Francisco foi selecionado em 1º lugar na edição de Amsterdã do festival Lift-Off, rede de festivais de cinema independente. A obra aborda os impactos sociais e a percepção dos habitantes de regiões afetadas pela transposição do rio São Francisco e foi produzida pelas jornalistas Isabela Resende, 23 anos, e Mariana Pedroza, 24, enquanto elas eram alunas da Faculdade de Comunicação da Universidade de Brasília (FAC/UnB), como Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). A produção, de 65 minutos, concorreu com outros 94 documentários de vários lugares do mundo.

A votação terminou no sábado, mas o resultado oficial só foi divulgado nesta segunda (10). “Não achávamos que iríamos ficar na primeira posição, pois, para votar, as pessoas tinham que pagar para assistir o filme on-line. Não tínhamos muita esperança já que havia muitos filmes bons dos Estados Unidos e da Europa. Recebemos mais votos do que imaginávamos. Houve grande engajamento de parentes, amigos e pessoas que não conhecíamos que pagaram para voltar. Assim, tivemos muito apoio de brasileiros e sentimos nosso trabalho reconhecido”, conta Isabela.

Agora as amigas se preparam para exibir o documentário no próximo desafio, que será a edição do festival Lift-Off em Londres. “Não sei o que esperar, tudo é possível. Só de estar competindo com trabalhos incríveis do mundo inteiro, conhecer a cidade e saber que pessoas estão vendo nosso trabalho e um pouco da nossa realidade, já é uma honra”, finaliza.

Inicialmente, a organização do festival iria selecionar apenas dois filmes para participarem da edição que vai ocorrer no país britânico entre 29 de outubro e 6 de dezembro. Dois curtas, um turco e outro canadense, empataram em segundo lugar e também terão participação garantida nas mostras que concorrerão em categorias como a de “melhor documentário” em Londres.

 

 

 

 

publicidade

publicidade