Passe estudantil de alunos da UnB volta a funcionar após bloqueio

Desde de 16 de janeiro o benefício estava bloqueado. Nesta segunda-feira, os serviços foram normalizados de acordo com o DFTrans

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 23/01/2017 21:45 / atualizado em 24/01/2017 12:24

Após uma semana bloqueados, os passes estudantis dos alunos da Universidade de Brasília (UnB) voltaram a funcionar nesta segunda-feira (23/1). De acordo com o DFTrans o benefício contempla 11 mil universitários que frequentam a instituição nas férias para fazer cursos de verão, projetos de pós-graduação e, ainda, repor aulas por causa da paralisação estudantil do fim do ano passado. Apesar do período ter iniciado no começo do mês, 4 de janeiro, desde o dia 16 os favorecidos estavam por conta própria.
 
A estudante Giovana Araújo, 22 anos, mora na Asa Norte e utiliza o transporte público para chegar à universidade. Ela está no 10º semestre do curso de direito e resolveu fazer matéria de verão nas férias para conseguir se formar mais rápido. Giovana conta que estava utilizando o cartão normalmente, mas que, na última segunda-feira ele parou de funcionar.“Por coincidência, os passes bloquearam na semana em que a Câmara Legislativa derrubou a decisão do aumento das passagens. E não foi só o meu, aconteceu o mesmo com alguns colegas que estão sem o benefício até hoje”, relata.
 
O diretor-geral do DFTrans, Léo Carlos Cruz, confirmou que o cartão, de fato, foi bloqueado no dia 16 deste mês, e que isso deveria ter ocorrido em 31 de dezembro de 2016. “Esse é o bloqueio de férias que acontece todos os anos. No caso do período de verão, mesmo que as aulas tenham começado no dia 4, só recebemos a lista na quarta-feira passada. A partir disso, em 72 horas homologamos os nomes para saber quem era, de fato, beneficiário e, no sábado à tarde, enviamos os nomes para as empresas”, explica.
 
A UnB encaminhou a lista na quarta-feira. No entanto, em 5 de janeiro, enviou uma primeira versão com os nomes dos estudantes ativos da instituição – incluídos aí os matriculados em cursos das férias e os que ainda estão em aulas relativas ao 2º semestre de 2016. Ao tomar conhecimento do bloqueio, a instituição entrou em contato com o DFTrans, que informou sobre uma mudança no sistema e sobre a necessidade de se cadastrar os dados em um novo servidor. De acordo com a universidade, essa pessoa foi designada ainda na tarde de segunda-feira, quando também foram encaminhados todos os documentos exigidos.

Liberação 
Para liberar o cartão estudantil é necessário passá-lo duas vezes no validador. Primeiro para atualizá-lo e depois liberá-lo. Quem continuar com problemas deverá procurar o posto do Sistema de Bilhetagem Automática (SBA) localizado na Galeria dos Estados para verificar a situação. “O DFTrans informa que essa situação é pontual e que os estudantes da UnB que constam na lista enviada pela universidade estão utilizando o Passe Livre normalmente”, informou o órgão, em nota.
 
*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer