Hospitais universitários

MEC inaugura obras em Natal, com investimento de R$ 2,5 milhões

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 30/01/2017 20:57

 

O ministro da Educação, Mendonça Filho, inaugurou nesta segunda-feira, 30, as obras de reforma e ampliação da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal da Maternidade Escola Januário Cicco (MEJC), que recebe pacientes de todo o estado do Rio Grande do Norte. Gerida pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), a maternidade é vinculada à Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

 

As novas instalações somam cerca de R$ 2,5 milhões em investimentos, que incluem reformas, ampliações e aquisição de equipamentos. O valor é oriundo de repasse do Ministério da Educação, da ordem de R$ 1.591.135,07, e do Ministério da Saúde, com R$ 960.957,64. Ambos os recursos foram descentralizados por meio do Programa Nacional de Restruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf).

 

Em sua fala, o ministro Mendonça Filho destacou os benefícios educacionais e sociais trazidos pela ampliação da UTI neonatal. “Essa ação é muito positiva, porque vem atender, principalmente, as pessoas mais carentes desse tipo de atendimento: crianças prematuras que precisam de apoio por parte do governo”, disse. “Ao assegurar mais recursos para a reforma, o MEC está garantindo assistência de saúde de um lado e, ao mesmo tempo, boa formação técnica profissional para aqueles que estudam aqui nessa maternidade de Natal”.

 

A UTI Neonatal da MEJC foi inaugurada em 1998, com 10 acomodações. Agora, a estrutura passa a ter capacidade para 23 pacientes, o que representa 30% do total de leitos neonatais do Rio Grande do Norte. O novo espaço conta com 23 incubadoras, 16 respiradores, 14 aparelhos de fototerapia, um equipamento de raio-x portátil, 23 monitores multiparâmetro, um desfibrilador-monitor mindray, dois ressuscitadores infantis, dentre outros aparelhos que asseguram que a UTI tenha o que há de mais recente em segurança do paciente.

 

A superintendente da instituição, Sônia Barreto, comemorou o aprimoramento da estrutura. “A obra representa aumento da capacidade de atendimento e, acima de tudo, melhoria na qualidade e incremento na humanização dos serviços prestados”, frisou. De acordo com o presidente da Ebserh, Kleber Morais, que dirigiu a maternidade por 13 anos, a inauguração das instalações reforça o compromisso da estatal com a saúde brasileira. “A Ebserh e sua rede de 39 hospitais universitários têm a contínua missão de ampliar e aperfeiçoar a oferta de saúde à população”, destaca.

 

Maternidade

Inaugurada em 2 de fevereiro de 1950, a MEJC é um centro de formação de recursos humanos, de pesquisas e de extensão, certificada pelos Ministérios da Educação e da Saúde. Inserida 100% no Sistema Único de Saúde (SUS), é referência na gestação de alto risco, em cirurgias e endoscopias ginecológicas, na reprodução assistida e nos ambulatórios especializados de ginecologia. É considerada uma unidade de excelência no atendimento da mulher e de recém-nascidos.

 

Evento – Além do ministro da Educação, compareceram à solenidade de inauguração da UTI neonatal o vice-governador do Rio Grande do Norte, Fábio Dantas; o senador José Agripino Maia (DEM-RN); o deputado federal Felipe Maia (DEM-RN); a presidente da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) e reitora da UFRN, Ângela Maria Cruz; o vice-presidente da Ebserh, Laedson Bezerra; e outras autoridades estaduais e colaboradores da maternidade.

 

 

 

Portal MEC