Aprovados pelo Fies devem fazer a inscrição até esta segunda-feira (20)

Estudantes pré-selecionados precisam acessar o sistema informatizado do programa

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/02/2017 14:03 / atualizado em 20/02/2017 14:08

Estudantes pré-selecionados para participarem do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) têm até hoje (20) para concluir a inscrição no Sistema de Financiamento ao Estudante (SisFies) e garantir o benefício. É preciso acessar site do programa e informar os dados do financiamento a ser contratado. Para os candidatos da lista de espera, o prazo será até 3 de março.

A lista da chamada regular está disponível no site do programa. Após concluir sua inscrição no SisFies, o candidato deverá validar suas informações na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA), em sua instituição de ensino, em até 10 dias contados a partir do dia imediatamente posterior ao da conclusão da sua inscrição. A CPSA é o órgão responsável, na instituição de ensino, pela validação das informações prestadas pelo candidato no ato da inscrição.

 

Imagem da internet

 

Após a validação das informações, o estudante e, se for o caso, seus fiadores deverão comparecer a um agente financeiro do Fies em até 10 dias, contados a partir do terceiro dia útil imediatamente subsequente à data da validação da inscrição pela CPSA, para formalizar a contratação do financiamento.

No ato da inscrição no SisFies, o estudante escolherá a instituição bancária, assim como a agência de sua preferência, sendo o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal os atuais agentes financeiros do programa.

Foram ofertados 150 mil financiamentos, para o primeiro semestre de 2017, com prioridade aos cursos de engenharias, formação de professores e áreas de saúde. O Fies valoriza também os cursos com melhores índices de qualidade em avaliações do Ministério da Educação (MEC).

O programa oferece financiamento de cursos em instituições privadas de ensino a uma taxa efetiva de juros de 6,5% ao ano. Neste semestre, o governo reduziu o teto do financiamento aos estudantes e o limite mensal passou de R$ 7 mil para R$ 5 mil. O candidato deve ter renda familiar mensal bruta de até três salários-mínimos por pessoa. O percentual de financiamento é definido de acordo com o comprometimento dessa renda.