UnB adia início das aulas na Asa Norte devido ao racionamento de água

As aulas vão começar na terça-feira (7/3), com um dia de atraso, para que o sistema de abastecimento do câmpus Darcy Ribeiro seja verificado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 24/02/2017 19:21 / atualizado em 24/02/2017 19:54

Marcelo Ferreira/CB/D.A. Press
 
A crise hídrica e o racionamento de água no Plano Piloto vão atrasar o início das aulas na Universidade de Brasília (UnB). A instituição divulgou nesta sexta-feira (21/2), que o começo do semestre, marcado para 6 de março, mudou. As aulas na UnB começarão em 7 de março. O intuito é verificar as tubulações dos prédios.
 
 
Em nota, a universidade disse que "a administração superior ainda avaliará a necessidade de suspensão das atividades nos outros dias de racionamento que coincidam com dias letivos". Com a mudança, o evento que Boas-Vindas aos Calouros coincidirá com o início das aulas. Os novos estudantes serão recebidos no Centro Comunitário Athos Bulcão, às 16, também em 7 de março.  
 
As faculdades de Ceilândia (FCE), do Gama (FGA) e de Planaltina (FUP) iniciam suas atividades normalmente em 6 de março.
 
O racionamento no Plano Piloto começa na próxima segunda-feira (27) em diversas regiões. São elas: Lago Norte, Varjão, Granja do Torto, SAAN, SOF Norte, Regimento de Cavalaria, Guarda-RCG, Condomínios do Jardim Botânico - San Diego, Jardim Botânico I, Jardim Botânico V, Jardim Botânico VI (exceto Cjs de A a Z), Solar de Brasília, Mansões Califórnia, Jardins do Lago, Condomínio Lago Sul, Estância Jardim Botânico, Mirante das Paineiras, Parque e Jardim das Paineiras, Portal do Lago Sul, Ville de Montagne.
 
De acordo com o cronograma da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb), terça-feira (28) é o primeiro dia que o serviço será interrompido na Asa Norte, afetando a Universidade. Apesar de companhia não ter divulgado o cronograma para semana seguinte, o rodízio funciona em esquema de seis dias. Então, é provável que na segunda-feira, em que começariam as aulas, a Asa Norte fique sem água novamente.