SIGA O
Correio Braziliense

Pós-doutorado

Bolsista da Capes publica artigo em revista internacional

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/03/2017 20:28

Após realizar pesquisa de pós-doutorado com bolsa da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, em Portugal, Almira Alves teve um artigo resultante de seus estudos publicado na Revista Lusófona de Educação.

 

“A publicação internacional em uma revista com Qualis A1 [a mais alta qualificação obtida por uma produção intelectual, pelos padrões da Capes] significa o reconhecimento da qualidade do artigo por meus pares, reconhecimento este que se transforma numa maior divulgação do conteúdo produzido entre os pesquisadores da área, do meu ambiente de trabalho e da instituição de ensino superior da qual faço parte”, resume Almira, coordenadora da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal).

 

O artigo “Educação em saúde: um mapeamento dos estudos produzidos no Brasil e em Portugal (2000-2013)” foi resultado da pesquisa com o mesmo título realizada no pós-doutorado, no período de março de 2014 a fevereiro de 2015. A autora fez um levantamento de estudos científicos publicados em revistas de referência em Portugal e no Brasil sobre programas de educação para a saúde no período entre 2000 e 2013 e quais os temas ou domínios abordados nas pesquisas selecionadas.

 

“Dentro desse contexto, a pesquisa pôde ressaltar a baixa quantidade de programas e projetos elencados no levantamento, pois ainda não atendem à demanda das principais causas de mortalidade nem morbidade, ficando por saber se existe a falta de programas ou se é baixa a produção científica que relate ou mesmo avalie esses programas, dificultando a socialização do conhecimento”, explica.

 

Vivência

Almira conta que o pós-doutorado fortaleceu sua identidade como educadora e pesquisadora e contribuiu para a tomada de decisões mais assertivas. “Ter tido a possibilidade de me dedicar integralmente aos estudos e à pesquisa por um ano foi uma das experiências mais gratificantes, pois o foco fica mais direcionado e as ações mais precisas e enriquecedoras”, diz. “Durante esse período, pude conhecer diversas instituições na Europa e perceber as diferentes formas de fazer ensino superior em suas várias atuações, inclusive a pesquisa.”

 

Além da publicação do artigo em uma revista de alta relevância, o pós-doutorado de Almira rendeu outros frutos. Seus estudos, conta, foram importantes para que a universidade tivesse aprovada sua primeira pós-graduação stricto sensu. A aprovação do mestrado profissional em ensino na saúde e tecnologia da Uncisal foi publicada em 5 de janeiro deste ano, após a 169ª Reunião do Conselho Técnico-Científico da Educação Superior (CTC-ES).

 

Para o futuro, a pesquisadora pretende intensificar os trabalhos e dedicar-se ao mestrado na Uncisal. “Desejo produzir mais e melhor, além de juntar esforços para a estruturação de mais um mestrado na área de ensino.”

 

 

Portal MEC