CERIMÔNIA

Faculdade de Medicina tem nova direção

Posse de Gustavo Romero foi marcada por emoção. Ex-diretor Paulo César de Jesus ficou à frente da unidade por dois mandatos e iniciou implementação da reforma curricular

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 21/03/2017 19:45

Beto Monteiro/Secom UnB

Os professores Gustavo Romero e Gilvânia Feijó tomaram posse, nesta terça-feira (21), como diretor e vice-diretora da Faculdade de Medicina (FM) da Universidade de Brasília. Os dois estão à frente da unidade desde janeiro, mas a transmissão dos cargos ficou para este mês devido à incompatibilidade de agendas dos participantes da mesa. A cerimônia foi realizada no Auditório I do Hospital Universitário de Brasília (HUB).

“É com muita alegria que temos essa cerimônia no HUB, que é também a nossa casa”, disse Romero. O professor saudou as entidades parceiras da FM – o Conselho Regional de Medicina, a Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde (Fepecs), vinculada à Secretaria de Saúde do Distrito Federal – e o próprio HUB. “Vamos dedicar a maior parte do nosso tempo à implementação da reforma curricular, que nos permitirá devolver à sociedade profissionais de excelente nível técnico e com uma visão mais humana dos cuidados em saúde”, afirmou o novo diretor.

O curso de Medicina passou por uma reformulação pedagógica, em consonância com os princípios do Sistema Único de Saúde (SUS) e com as normas do Ministério da Educação (MEC). Ou seja, desde o ano passado, quando as mudanças passaram a vigorar, há um novo olhar sobre a formação dos estudantes: ao invés de se concentrarem nos processos de adoecimento, eles são ensinados, desde os primeiros semestres, a ter uma visão mais ampla sobre os cuidados e a prevenção em saúde.

“Tenho plena convicção de que vocês farão uma excelente gestão na Faculdade de Medicina”, disse a reitora Márcia Abrahão. Ela lembrou que o atual momento de crise não pode desencorajar gestores, professores, técnicos e estudantes. “As crises, na verdade, são cíclicas, e nós não podemos nos render diante das dificuldades. Vamos, juntos, construir caminhos para avançar”, ressaltou.

EMOÇÃO

A transmissão de cargos foi marcada por muita emoção, tanto por parte dos membros da nova direção como por parte dos ex-diretores. “Sempre entendi o privilégio de estar na direção como uma missão, e penso que essa missão foi cumprida”, disse o professor Paulo César de Jesus, que ficou à frente da FM por dois mandatos. A ex-vice-diretora, Verônica Amado, lembrou o quanto o cargo lhe ensinou sobre a própria UnB.

A superintendente do HUB, professora Elza Noronha, saudou o trabalho de Paulo César, a quem fez uma homenagem. “O professor Paulo trabalhou firmemente para construir bons tempos para a FM. Dedico a você, Paulo, a nossa gestão no HUB.”

A FM possui atualmente cerca de 550 estudantes e 120 docentes, entre efetivos e substitutos.

ATENÇÃO

As informações, as fotos e os textos podem ser usados e reproduzidos, integral ou parcialmente, desde que a fonte seja devidamente citada e que não haja alteração de sentido em seus conteúdos. Crédito para textos: nome do repórter/Secom UnB ou Secom UnB. Crédito para fotos: nome do fotógrafo/Secom UnB.

 

UnB Agência