UNIVERSIDADE

Projeto susta norma do Conselho de Educação sobre credenciamento

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 09/05/2017 18:57 / atualizado em 09/05/2017 19:07

O deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) apresentou Projeto de Decreto Legislativo (PDC 429/16) que visa sustar uma resolução do Conselho Nacional de Educação (CNE) que contém requisitos para credenciar e recredenciar universidades (Resolução 3/10).

 

Para o deputado, a norma cria novos requisitos não previstos na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB - Lei 9.394/96). A resolução foi expedida pelo CNE para regulamentar a LDB.

 

Segundo Bonifácio de Andrada, a lei já contém as condições necessárias para credenciar as universidades. O artigo 52 determina que estas instituições deverão ter, para obter o credenciamento ou recredenciamento, produção intelectual sistemática e 1/3 do corpo docente, pelo menos, com mestrado ou doutorado e em regime de tempo integral.

 

Já a resolução prevê outras exigências, como a oferta regular de, pelo menos, quatro cursos de mestrado e dois de doutorado. “Estas exigências não são aplicáveis à conceituação de universidade visto que não estão configuradas na LDB, e sequer são artigos de outra lei especial sobre o assunto, constituindo, assim, uma resolução ineficaz e ilegal”, disse Bonifácio de Andrada.

 

A Constituição permite ao Congresso Nacional sustar os atos normativos do governo que os congressistas entendem que fogem da competência regulamentar ou dos limites de delegação legislativa do Poder Executivo.

 

Tramitação
O projeto será analisado nas comissões de Educação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Depois, segue para o Plenário.

 

 

Agência Câmara