ÓRGÃOS COLEGIADOS

Consuni aprova recredenciamento da Finatec

443ª sessão do Conselho Universitário aprovou também a outorga dos títulos de Professor Emérito e Doutor Honoris Causa a docentes

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/07/2017 20:10 / atualizado em 10/07/2017 20:12

 Beto Monteiro/Secom UnB

O Conselho Universitário (Consuni) da Universidade de Brasília aprovou, por unanimidade, o recredenciamento da Fundação de Empreendimentos Científicos e Tecnológicos (Finatec) como entidade de apoio à instituição. Os conselheiros, reunidos na última sexta-feira (7), também validaram o relatório de gestão de 2016 da Finatec, etapa essencial para o recredenciamento.


“Os relatórios são muito transparentes. Há, entretanto, a indicação de que nós, na UnB, precisamos melhorar a nossa governança, o acompanhamento da execução dos projetos”, afirmou o diretor da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (Face), Eduardo Tadeu Vieira, relator do processo. No ano passado, a Finatec foi responsável pela gestão administrativa e financeira de 127 projetos da Universidade.

Atualmente, duas comissões trabalham para melhorar o acompanhamento da atuação das fundações ligadas à UnB. “Estamos nos debruçando sobre várias leis e decretos, bem como sobre regulamentações internas”, explicou a decana de Pesquisa e Inovação, Maria Emília Walter.

Um dos gargalos é que não há prestação de contas junto ao Consuni (órgão máximo da instituição), ao contrário do que ocorre em outras universidades. Outro aspecto é que, no estatuto da Finatec, não há menção explícita à UnB. “Queremos institucionalizar essa relação”, completou a decana.

A reitora Márcia Abrahão destacou que o cumprimento das exigências legais também vai ao encontro de determinações do Ministério Público do Trabalho no que diz respeito ao pagamento de pessoa física. “Já estamos em diálogo com diretores e líderes de projetos de pesquisa para informar sobre a necessidade de nos adequarmos e regularizarmos a nossa atuação”, disse.

 

HOMENAGENS

O Consuni também aprovou, por aclamação, duas outorgas de títulos universitários. O professor aposentado do Departamento de Matemática Djairo Guedes de Figueiredo receberá o título de Professor Emérito.

Figueiredo ajudou a desenvolver a chamada equação diferencial parcial elíptica, que tem aplicabilidade na previsão dos movimentos de placas tectônicas.

O outro homenageado foi o professor Aaron Ciechanover, prêmio Nobel de Química de 2004, que foi considerado apto a receber o título de Doutor Honoris Causa. Ciechanover foi um dos responsáveis por estudos que revelaram o processo de degradação celular e, com isso, abriu portas para o entendimento de doenças como o câncer. O bioquímico virá à UnB em agosto.

ATENÇÃO

As informações, as fotos e os textos podem ser usados e reproduzidos, integral ou parcialmente, desde que a fonte seja devidamente citada e que não haja alteração de sentido em seus conteúdos. Crédito para textos: nome do repórter/Secom UnB ou Secom UnB. Crédito para fotos: nome do fotógrafo/Secom UnB.