Vestibular do ITA está com inscrições abertas e com mudanças

Quem almeja uma vaga tem até 15 de setembro para realizar a inscrição

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/08/2017 17:47

O vestibular para o curso de graduação de engenharia do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) está com as inscrições abertas até 15 de setembro. As inscrições podem ser feitas pelo site http://www.vestibular.ita.br/. As provas ocorrem no período de 12, 13, 14 e 15 de dezembro deste ano. A cada dia ocorre uma avaliação específica das matérias física, português/inglês, matemática e química.

 

Este ano, a seleção tem algumas mudanças. O coordenador da turma ITA do curso Poliedro, Thiago Cardoso da Costa, explica que uma das mudanças foi em relação a distribuição de vagas. Os candidatos precisam decidir entre duas opções de vagas: ordinária ou privativa. As ordinárias são as destinadas aos candidatos que não têm interesse em ingressar no Quadro de Oficiais Engenheiros da Ativa da Força Aérea Brasileira, enquanto as vagas privativas são destinadas exclusivamente àqueles que têm interesse em ingressar na carreira militar no Quadro de Oficiais Engenheiros da Ativa da Força Aérea Brasileira (QOEng).

 

Para o Vestibular 2018, essa dinâmica se altera. Serão disponibilizadas também 110 vagas, mas separadas da seguinte forma: 85 vagas ordinárias e 25 privativas. Uma vez feita a escolha, no ato da inscrição, o candidato concorrerá somente com aqueles que tiverem realizado a mesma opção em relação às vagas.

 

Além da mudança com relação a distribuição das vagas, verifica-se a definição de que para o aluno optante pela vaga privativa, caso decida desistir da carreira militar, ele será desligado também do ITA. “Sendo assim, a escolha está vinculada à permanência no ITA. Trata-se também de uma novidade, pois historicamente o ITA apresentava certa flexibilidade para casos em que os alunos solicitaram a troca de opção de carreira”, comenta o coordenador do Curso Poliedro. Outro ponto importante do edital diz respeito a divulgação da lista de obras literárias de leitura recomendável. São elas: Senhora, de José de Alencar; Quincas Borba, de Machado de Assis; São Bernardo, de Graciliano Ramos. Das seis questões de Literatura Brasileira, haverá três questões cobrando, para cada uma, conhecimento sobre essas obras. As outras três questões serão de interpretação de poemas de autores brasileiros, que serão reproduzidos na prova. Além disso, a decisão pela carreira (vaga ordinária ou privativa) deve ser realizada levando em consideração o real interesse do aluno, e não especulações que possam surgir sobre as notas de corte de cada opção. “É recomendada a leitura integral das instruções, para que o candidato conheça todas as mudanças para o exame de admissão 2018”, ressalta Cardoso da Costa.

 

O ITA, localizado em São José dos Campos (SP), é considerado uma das mais renomadas universidades do país, sendo referência nas seis especialidades que disponibilizam vagas – eletrônica, civil-aeronáutica, computação, aeronáutica, mecânica-aeronáutica e aeroespacial. Para ingressar no Instituto, é necessário que o candidato tenha concluído o ensino médio ou esteja no último ano do colegial e tenha, no máximo, 23 anos de idade no ano do vestibular.

 

Para não ser desclassificado no vestibular, a nota mínima é de 40 pontos por matéria e 50 pontos de média geral, em uma escala de 0 a 100. Além disso, o candidato não pode zerar a redação e precisa acertar, no mínimo, oito questões em 20 possíveis na prova de Inglês.