CORTE

Sintfub se reúne com 130 terceirizados da UnB que serão demitidos

A medida faz parte dos cortes orçamentários da instituição, que já causaram a perda de mais de 300 funcionários

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 27/09/2017 15:44 / atualizado em 27/09/2017 15:51

O Sindicato dos Trabalhadores da Fundação Universidade de Brasília (Sintfub) se reúne, às 16h30 desta quarta-feira (27/9), com os terceirizados da empresa Fortaleza, que executa serviços de copa e contínuos para a instituição. O contrato com a prestadora termina em outubro e não será renovado, devido aos cortes orçamentários determinados pela reitoria, o que fará com que os 130 funcionários sejam demitidos.

 

Leia mais notícias em Cidades
 
Desde julho, houve a demissão de mais de 300 terceirizados da universidade. Além do término do contrato com a Fortaleza, estão em discussão cortes relacionados aos trabalhadores da portaria e vigilantes. “A situação com a portaria é mais delicada, devido à exposição dos estudantes e casos como roubo e ameaça de estupro”, afirma Mauro Mendes, coordenador-geral do Sintfub.

A intenção da reitoria é que haja um corte em torno de 25% dos contratos da universidade, previsto no orçamento para 2018. Atualmente, a instituição conta com aproximadamente 1.800 terceirizados no quadro de funcionários.