FALECIMENTO

Reitoria da UFSC publica nota de pesar pela morte de Luiz Carlos Cancellier

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 03/10/2017 14:06

 A reitoria da Universidade Federal de Santa CAtarina (UFSC) publicou, nesta terça-feira (3), uma nota de pesar em decorrência ao falecimento do ex-reitor, Luiz Carlos Cancellier. Ele teria se jogado do vão central de um shopping en Florianópolis na manhã da última segunda-feira (2). Cancellier foi afastado da reitoria da insituição por ser investigado pela Polícia Federal. A suspeita era de desvio de recursos públicos. Segundo pessoas mais próximas, ele estaria muito abalado com as acusões e, em razão disso, desenvolveu o início de um quadro depressivo. Confira abaixo o texto divulgado pela UFSC.


A Reitoria da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) recebe com profunda tristeza a notícia do falecimento do reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Luis Carlos Cancellier de Olivo, e manifesta seu pesar e solidariedade aos familiares, amigos e colaboradores da UFSC.

Diante dos últimos acontecimentos envolvendo o reitor, gostaríamos de destacar a forma equivocada e espetacular com que o reitor foi tratado sem presunção da inocência e sem respeito ao processo de apuração dos fatos. Conjuntamente com as demais IFES, nos solidarizamos diante desta lamentável notícia e nos unimos aos nossos colegas para exigir maior responsabilidade do Estado policial que nos cerca e esclarecimentos em relação à forte campanha contra as universidades públicas brasileiras, centros de excelência e fundamentais para o desenvolvimento e redução das desigualdades do país.

Trata-se de uma situação que requer reflexão imediata a fim de garantirmos a plenitude do Estado Democrático de Direito e a defesa da universidade pública, patrimônio da sociedade brasileira. A Reitoria decretou luto oficial de três dias em respeito à memória do professor.

Reitoria da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)
São Paulo, 2 de outubro de 2017