SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Governo vai reajustar bolsas de pós-graduação ofertadas pela Capes e pelo CNPq

Aumento será de cerca de 10% e começará a valer na segunda-feira

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 29/03/2013 11:03 / atualizado em 29/03/2013 11:18

As bolsas de mestrado, doutorado e pós-doutorado ofertadas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) terão reajuste de cerca de 10% sobre o valor atual.

A partir de 1º de abril, a bolsa de mestrado passará de R$ 1.350 para R$ 1.500, a de doutorado, de R$ 2.000 para R$ 2.200, e a de pós-doutorado de R$ 3.700 para R$ 4.100. O pagamento com os novos valores será a partir de maio. Em maio de 2012, o governo federal também concedeu um reajuste de 10% para bolsas de pós-graduação e para as de iniciação científica.

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse que o novo reajuste faz parte da política para aumento do número de mestres e doutores na educação superior. “O reajuste de bolsas é fundamental para estimular jovens talentos”, afirmou.

Oferta
Nos últimos quatro anos, a Capes expandiu o Sistema Nacional de Pós-Graduação e aumentou a oferta de bolsas. Em 2008, havia cerca de 40 mil bolsistas no país. Em 2011, mais de 72 mil bolsas foram concedidas para pós-graduação e 30 mil no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid).

Já em 2012, foram mais de 127 mil bolsas em todas as modalidades. No mesmo período, o CNPq aumentou em 28% a oferta de bolsas em todas as modalidades, o número passou de 63 mil para cerca de 81 mil.

O reajuste anterior ao de 2012 nas bolsas de pós-graduação tinha sido feito em 2008, quando as bolsas de mestrado passaram de R$ 940 para R$ 1,2 mil e as de doutorado de R$ 1,3 mil para R$ 1,8 mil.

publicidade

publicidade