publicidade

Pesquisadora brasiliense lança livro sobre educação e cidade

Evento será amanhã às 18h na Livraria do Chico, na UnB

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 05/08/2014 16:03 / atualizado em 05/08/2014 16:35

Arquivo pessoal
Eloiza Gurgel Pires tinha tudo pronto para começar sua tese de doutorado na Faculdade de Educação (FE) da Universidade de Brasília (UnB), em 2012, com orientação da professora Angela Dias. Interessada em estudar a linguagem utilizada em vídeos no contexto educativo, que pode extrapolar as salas de aula, Eloiza foi ao Rio de Janeiro (RJ) pesquisar os arquivos audiovisuais de colégios, festivais e cineclubes. Porém, assim que chegou, Eloiza descobriu que o projeto escolar sobre arquivos audiovisuais foi suspenso, o festival foi cancelado e o cineclube não poderia compartihar as produções em vídeo.

“Nessa hora pensei: ‘eu tenho uma tese de doutorado para escrever e deu tudo errado!’”, conta Eloiza. Nervosa e impedida de trabalhar na tese, Eloiza resolveu dar uma volta na praia de Copacabana. Passando pelo posto seis, Eloiza viu a escultura do escritor Carlos Drummond de Andrade. Feito em bronze, Drummond estava de costas para o mar, olhando para quem por ali passasse, e mudou o rumo da pesquisa de Eloiza.

“Eu vi um morador de rua sentar do lado da estátua. Ele abraçou Drummond, falava com ele e até começou a chorar. Na volta para casa, percebi que precisava escrever sobre aquilo”, explica Eloiza. Foi, então, que a acadêmica refez o projeto de pesquisa e recomeçou a arquitetar a tese de doutorado, que virou o livro O aprendizado da cidade: Limiares e poéticas do urbano, cuja passagem inicial é essa história sobre a estátua e o morador de rua.

Editora Annablume/Divulgação
Na pesquisa, Eloiza disserta sobre a educação fora das escolas, no âmbito do espaço urbano. Já que a autora considera o aprendizado como uma forma de compartilhar experiências, o livro discute principalmente de que maneira as pessoas compartilham vivências na cidade. “O modo como você compartilha essas experiências no espaço urbano é uma forma de narrativa, que pode ter vários formatos. Histórias pessoas, crônicas, publicações de jornais, cinema…”, esclarece. Para tratar sobre o tema, a obra do filósofo alemão Walter Benjamin predomina como referência bibliográfica, ao lado de poemas do escritor francês Charles Baudelaire e de textos do próprio Carlos Drummond de Andrade.

O lançamento do livro O aprendizado da cidade: limiares e poéticas do urbano será amanhã (6) às 18h na Livraria do Chico, localizada na UnB. Carinhosamente apelidado de Chiquinho, o livreiro tem grande carinho da autora. “O Chiquinho é uma pessoa superincrível e muito importante para a cena cultural de Brasília, principalmente para os autores da academia da UnB, porque faz a ponte entre os autores e a cidade”, enfatiza Eloiza, justificando a escolha da livraria para o lançamento.

Sugestão de leitura
O aprendizado da cidade: Limiares e poéticas do urbano
De Eloiza Gurgel Pires, editora Annablume, 1ª edição
338 páginas, R$ 42,75

Com linguagem inconclusa e provisória, que escapa ao viés tradicional da literatura acadêmica, o livro estuda o aprendizado no espaço urbano fora dos limites das escolas. Em sua tese de doutorado na Faculdade de Educação da Universidade de Brasília, a autora Eloiza Gurgel Pires discute como processos sociais, culturais e históricos envolvidos no compartilhamento de experiências entre indivíduos podem ocorrer em qualquer lugar.
Tags:

publicidade

publicidade