EDITAL

Inscrições para programa de tutoria de graduação vão até 12 de julho

Docentes devem formar equipes de auxílio a estudantes que têm dificuldades. São ofertadas 96 bolsas de R$ 400 com duração de cinco meses

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/07/2017 19:39 / atualizado em 10/07/2017 19:41

Professores que desejem montar equipes de tutoria para atuarem em turmas de disciplinas numerosas, com taxas elevadas de reprovação, ofertadas simultaneamente para vários cursos ou com atividades que envolvam funcionamento diferenciado, durante o segundo semestre de 2017, podem enviar suas propostas ao Decanato de Ensino de Graduação (DEG) até esta quarta-feira, 12 de julho. O DEG prorrogou o prazo, que inicialmente terminaria em 7 de julho.


>> Acesse aqui o edital completo


O programa de tutoria visa melhorar o processo de ensino e aprendizagem e o rendimento acadêmico dos alunos na Universidade de Brasília. Funciona assim: estudantes mais experientes e com destacado desenvolvimento acadêmico apadrinham alunos com dificuldades, sob a coordenação pedagógica de docente da UnB.

Para ser tutor, o estudante deve ser aluno regular de curso de graduação da UnB, ter experiência comprovada em monitoria ou tutoria e dispor de 12 horas semanais para cumprir as atividades específicas. Há outras exigências, como apresentar Índice de Rendimento Acadêmico (IRA) maior ou igual a 3,5.

Os tutores podem ser bolsistas ou voluntários. A seleção dos estudantes bolsistas fica a cargo do professor responsável ou do coordenador do projeto.

As propostas com todos os documentos exigidos deverão ser encaminhadas via Sistema Eletrônico de Informações (SEI) ao DEG. Lá, elas serão apreciadas e classificadas por comissão do Decanato.

ATUALIZAÇÕES

A decana de Ensino de Graduação, Cláudia Garcia, explica que o programa de tutoria passou por reformulação para melhor acolher os estudantes e para dar mais eficiência ao processo. “Nosso foco são as disciplinas com altos índices de reprovação. Precisamos garantir que os alunos se fortaleçam e melhorem seu desempenho, avançando conforme o que está previsto em cada currículo", disse.

Andrea Cabello, coordenadora de Inovações e Projetos do DEG, detalha as principais diferenças entre o edital deste ano e o do ano passado. “O atual é mais específico. Não há diferenciação de bolsas. Antes havia duas modalidades de tutor e hoje há apenas uma. Além disso, estipulamos o limite de quatro bolsas por projeto, para permitir que mais projetos sejam contemplados.”

*Matéria editada em 10/7 para atualização de informação


ATENÇÃO

As informações, as fotos e os textos podem ser usados e reproduzidos, integral ou parcialmente, desde que a fonte seja devidamente citada e que não haja alteração de sentido em seus conteúdos. Crédito para textos: nome do repórter/Secom UnB ou Secom UnB. Crédito para fotos: nome do fotógrafo/Secom UnB.