SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Volta às aulas - suplemento especial

A caminho da escola

Muitos pais, por necessidade ou preferência, optam pelo transporte escolar. Veja os cuidados na hora de escolher o serviço

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/01/2015 08:00 / atualizado em 10/01/2015 16:34

Laisa Queiroz /

Claudio Reis/Esp. CB/D.A Press


A roteirista Ana Saggese, 48 anos, estava acostumada a levar e buscar a filha na escola todos os dias. Com a mudança de São Paulo para Brasília e o início de um trabalho fora de casa, ela teve de recorrer a um serviço muito procurado pelos pais: o transporte escolar. “Não tenho mais tempo para buscá-la e a Alice sempre quis voltar de van. Ela adora, pois fez muitos amigos, inclusive mais velhos, o que eu acho muito bom”, explica.


Na hora de escolher a empresa que iria realizar o serviço, Ana optou por procurar a escola atrás de sugestões, e não se arrepende. “É um transporte que o colégio conhece há muitos anos, por isso confiei e nunca tive problemas.” A microempresária Francisca Portela, 41, leva crianças e adolescentes para instituições da Asa Norte desde 1998. Ela comenta que os pais devem ficar atentos a outros detalhes. “O cinto de segurança para todos os passageiros é essencial”, defende a motorista, que, a cada viagem, presta atenção também se não há nenhum aluno com a cabeça para fora da janela, por exemplo. Os pais têm o direito de ver se a documentação do transportador está em dia.


Aos que querem ter um controle ainda maior do trajeto, é possível contratar uma empresa que use serviço de rastreamento, para acompanhar o itinerário ao vivo pelo computador.

 

Preste atenção


Os veículos destinados para transporte escolar devem ter:
» Registro como veículo de passageiros;
» Inspeção, duas vezes ao ano;
» Faixa amarela com a inscrição “Escolar” a meia-altura e em toda a extensão das partes laterais e da traseira;
» Registrador inalterável de velocidade e tempo;
» Lanternas dispostas nas extremidades da parte superior dianteira e lanternas de luz vermelha, na parte traseira;
» Cintos de segurança em todos os bancos do veículo.


Fonte: Detran-DF

 

 

publicidade