SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

EDUCAÇÃO »

Para estudar e passar no Enem

A dois meses da aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio, o Correio lança série de fascículos para ajudar na preparação para o teste. Simulados, questões comentadas e videoaulas auxiliam na reta final da rotina de estudos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 02/09/2014 11:45 / atualizado em 03/09/2014 11:51

Jéssica Paula, Especial para o Correio

Marcelo Ferreira

Na contagem regressiva para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) — a ser aplicado em 8 e 9 de novembro — o Correio Braziliense, em parceria de conteúdo com o Sistema Ari de Sá e patrocínio do Centro Educacional Leonardo da Vinci, vai ajudar os alunos se preparem. O teste se tornou fundamental para quem quer garantir vagas em 118 universidades públicas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), bolsas estudantis pelo Programa Universidade Para Todos, cursos técnicos pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), até oportunidades de intercâmbio pelo Ciência sem Fronteiras (CsF).

A série de oito fascículos Correio Braziliense no Enem será publicada toda terça-feira — a partir da próxima (9/9) — e incluirá disciplinas das áreas de linguagens, ciências humanas, matemática e ciências da natureza. A publicação vai trazer simulados com perguntas de múltipla escolha sobre os campos do conhecimento abordados. Gabaritos, questões comentadas por professores e videoaulas serão disponibilizados no site do Eu, Estudante.

O conteúdo dos simulados será baseado em análise das provas. “Provavelmente, a nota que você alcançar nesse simulado será muito próxima à que você vai tirar no Enem”, acredita Marcos Moriggi, professor do Sistema Ari de Sá, que ajudou a elaborar o fascículo de perguntas e respostas.

Os interessados terão a oportunidade de saber se estão preparados para a prova, como explica Cilene Vieira, superintendente de Marketing dos Diários Associados. “Os estudantes vão poder se preparar e, além disso, aprofundar os conhecimentos”, observa Lucas Lobo, 17 anos, estuda a 3ª série do ensino médio no Colégio Ari de Sá, em Fortaleza, e está em dúvida entre seguir engenharia ou medicina, mas pretende se preparar ao máximo para lidar com a concorrência. “A gente acha que está pronto, mas não tem como estar 100% certo. O simulado é bom para se certificar. Toda semana, a gente corre atrás desses fascículos. É um diferencial.”

Simulado on-line
Além da série de fascículos impressos, os candidatos poderão responder a um simulado on-line, a ser disponibilizado em parceria com a Unyleya, em 18 e 19 de outubro, com quatro horas e meia de duração no primeiro dia e cinco horas e meia no segundo dia, seguindo os moldes da prova. As inscrições para o simulado on-line vão de 2 a 16 de outubro. Será uma oportunidade para quem não quer ser só mais um entre os 8,7 milhões de inscritos. As provas simuladas testarão as condições do aluno e quanto tempo ele precisa se dedicar a uma determinada questão, por exemplo.

Dica de mestre
Os alunos do Centro Educacional 1 do Cruzeiro terão mais do que as aulas e os materiais especializados, como o fascículo Correio Braziliense no Enem. Eles vão praticar a redação e resolver questões de provas anteriores. “Trabalhamos atendimentos em monitoria para resolver questões simuladas da prova e falar sobre temas da atualidade que podem cair. Os professores estão bastante engajados em trazer discussões sobre os possíveis temas da redação e materiais para ajudar na fixação do conteúdo”, explicou o vice-diretor da escola, Getúlio Cruz.

Segundo Antônio Vieira, professor de matemática, a preparação dos alunos tende a ser mais intensa nos próximos meses. “Desde o primeiro bimestre, aplicamos provas com questões voltadas para o Enem. Agora, faremos um simulado com todas as disciplinas. É importante para conhecer o nível das questões e se preparar para o tipo de prova.” “Quando estou em sala de aula, também converso com os alunos sobre o noticiário atual e temas que podem cair em algumas questões ou até na redação. Para essa prova, aposto no problema da escassez de águas em São Paulo, por exemplo”, ressaltou o professor.


Em grande escala

Em 2014, há 8,7 milhões de inscritos no exame — 21,6% a mais do que o registrado no ano passado. Mais de 180 mil candidatos do Enem moram no Distrito Federal, localidade no qual a prova ganhou mais importância depois de ter sido adotada pela Universidade de Brasília (UnB) no primeiro semestre de 2013, em substituição ao vestibular do início do ano. O Enem é hoje o principal teste de conhecimentos do país e o segundo maior do mundo. O maior exame é o da China, o Gaeko, que conta com cerca de 10 milhões de participantes a cada ano.


Fala, estudante

saiba por que alunos da 3ª série do ensino médio do Centro Educacional 1 do Cruzeiro vão fazer a prova e o que eles esperam do projeto Correio Braziliense no Enem

 (Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press) 

Gabriela Cristina, 17 anos Pretende cursar graduação em matemática ou economia

“Estou me preparando por meio do noticiário, para ver o que tem de atualidades. Os professores também têm buscado trazer esse conteúdo para a sala de aula para não chegarmos na prova e termos uma surpresa. Poder contar com um material voltado para a prova será muito bom e ajudará bastante para nos acostumarmos com o tempo e as questões.”

 (Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press) 

Lorena Barbosa, 18 anos Pretende cursar graduação em psicologia ou pedagogia

“Estou fazendo um curso com alunos voluntários da Universidade de Brasília. Temos aulas todas as noites e aos sábado de manhã. É bastante puxado, mas focamos nos assuntos que podem cair na prova. Fazemos simulados e resolvemos questões de provas passadas. Contar com uma material voltado para a prova vai fazer com que os estudos rendam mais.”

 (Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press) 

Stephany dos Santos, 18 anos Pretende cursar graduação em medicina veterinária, psicologia ou pedagogia

“Faço um curso de técnico em secretariado durante a tarde e aproveito algumas matérias de lá, como português e matemática. Não tenho como fazer um cursinho preparatório, então, fora da escola, assisto a videoaulas na internet e reviso provas. Já fiz questões em guias para estudantes e ter mais um material vai ajudar a me preparar melhor.”

 (Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press) 

Kethleen Katrine Borges, 17 anos Pretende cursar graduação em fisioterapia

“Aos fins de semana, procuro resolver provas antigas. Também estou focando no português, tanto na redação quanto na interpretação de texto. Ter mais um material com certeza me ajudará, principalmente porque não estou tendo muito tempo para buscar pesquisas e ter esse conteúdo pronto para estudar facilitará bastante.”

 (Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press) 

Matheus Pantaleão, 19 anos Pretende cursar graduação em psicologia

“Os professores focam em matérias que devem cair, então, estudo esses conteúdos. Complemento com vídeos e monitoria e vejo o noticiário. Eu me atento para redação e história porque tenho mais facilidade. Também me preparo em relação à ansiedade e ao tempo de prova. É cansativo, mas com os simulados e conhecendo as questões, dá para aguentar!”

 (Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press) 

Cléssia Alves Fagundes, 17 anos Pretende cursar graduação em estatística ou biologia

“Tenho alguns amigos que vão fazer o Enem e estamos fazendo grupos de estudos. Estou focada na redação, em português e em atualidades. Estamos buscando provas antigas e esse tipo de material ajuda bastante. É mais uma fonte de conteúdo. Também ajuda a treinar o tempo de prova, já que são muitas questões.”
Tags:

publicidade

publicidade