Maranhão: pior escola do Brasil não tem biblioteca e quadra de esportes

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 22/12/2014 18:35 / atualizado em 22/12/2014 20:12

Mirelle Pinheiro

O Centro Educacional Aluizio Azevedo do município de Jatobá, no Maranhão, ocupa o último lugar na lista de avaliação das escolas do Brasil. As notas foram baseadas no desempenho dos alunos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), aplicado em 2013.

Localizada na zona rural, a 433 km da capital São Luiz, a escola atende cerca de 200 alunos de baixa renda e dispõe de seis salas de aula. De acordo com Jenésio Lima, diretor da instituição de ensino, no local, não há biblioteca, sala de leitura ou quadra de esportes.

No entanto Lima afirmou ao Correio que a estrutura não afeta diretamente no aprendizado. "Nós incentivamos os adolescentes a participarem do Enem. É injusto avaliar tão mal a escola com base na nota de 14 alunos", disse.

A média da unidade de ensino divulgada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) é de 397,03 e equivale a pouco mais da metade da nota da melhor escola do país. O Centro Educacional Aluizio Azevedo não é o único a integrar o ranking das piores escolas, duas unidades do interior do Maranhão integram a lista. Uma  aparece na penúltima posição e outra é a sexta pior escola.