SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

MEC revela média de notas dos alunos no Enem 2014

Desempenho de estudantes cai em matemática e redação em comparação com 2013; mais de 529 mil zeraram o texto. Região com melhor desempenho nas provas foi o Sudeste. Notas individuais devem ser liberadas só à noite por conta de problemas no site do Inep

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 13/01/2015 15:24 / atualizado em 13/01/2015 20:11

Juliana Espanhol , Ana Paula Lisboa

Em coletiva de imprensa na tarde desta terça-feira (13/1), o Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgaram as médias dos alunos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014. Na redação, mais de 529 mil zeraram e 250 tiraram nota mil. Na edição de 2013, 481 estudantes tiraram nota máxima na redação, enquanto 106.742 zeraram o texto. Mais de 6 milhões de candidatos fizeram a prova de 2014.

O ministro da Educação, Cid Gomes, afirmou que o baixo desempenho dos estudantes no texto pode se dever ao tema (publicidade infantil), que teria sido menos debatido que o de 2013 (Lei Seca). "O tema de 2013 foi muito debatido, e em 2014, o tema foi menos popular. Isso, eu creio, deve ter sido um dos fatores importantes na redução da nota", disse.

Carlos Moura/CB/D.A Press
Francisco Soares, presidente do Inep, classificou como significativa a queda de 9,7% na média de redação em comparação com o Enem de 2013. Soares, no entanto, considera equivocado comparar as notas porque os temas são diferentes e as notas da redação não são corrigidas pelo Teoria de Resposta ao Item (TRI), sistema que permite reproduzir níveis de proficiência semelhantes e comparáveis a cada ano. Em matemática, os estudantes também se saíram pior que em 2013, com queda de 7,3% no desempenho. Em ciências humanas, ciências da natureza e linguagens e códigos, as notas tiveram melhora, respectivamente, de 2,3%, 5,4% e 3,9%.

 

Segundo Soares, o site do Inep está instável e só deve ser estabilizado à noite, quando as notas individuais dos alunos devem ser liberadas. Segundo ele, o portal sofreu ataques de grupos que tentaram derrubar o sistema. O presidente do Inep garante, porém, que isso não impedirá que o resultado saia ainda nesta terça (13), como previsto.


Por dentro das redações

Foram corrigidas 5.934.034 redações. Entre os participantes, 250 obtiveram nota mil. 35.719 alcançaram nota entre 901 e 999. Já 529.374 tiraram nota zero. A maior parte das redações anuladas (217.339) foram desconsideradas por fuga ao tema. Cópia de texto motivador (13.039), texto insuficiente (7.824), não atendimento ao tipo textual (4.444), parte desconectada (3.362), outros motivos (1.508) e ferir direitos humanos (955) foram outras causas para anulação dos textos. Confira as notas:

Nota na redação

Quantidade de alunos

0

529.374

Até 300

654.971

301 - 400

1.105.672

401 - 500

1.162.526

501-600

1.515.007

601-700

707.095

701-800

370.428

801-900

112.522

901-999

35.719

1000

250

Total

6.193.565

 

Prova objetiva

Ciências humanas foi a matéria em que os mais de 6 milhões de candidatos se saíram melhor, com média de 546,5. Em linguagens e códigos, a média geral foi de 507,9. Em ciências da natureza, a pontuação média dos candidatos foi de 482,2 e, em matemática, foi de 473,5.
Confira tabela com notas médias:

Área do conhecimento

Desempenho mínimo

Desempenho máximo

Média

Ciências humanas e suas tecnologias

324,8

862,1

546,5

Ciências da natureza e suas tecnologias

330,6

876,4

482,2

Linguagens e códigos e suas tecnologias

306,2

814,2

507,9

Matemática e suas tecnologias

318,5

973,6

473,5

 

Certificação de ensino médio
Entre os 631.071 candidatos que fizeram o Enem como forma de certificação do ensino médio, apenas 67.254 atingiram os requisitos necessários, ou seja, alcançaram 450 pontos em cada uma das quatro áreas do conhecimento e tiraram mais de 500 pontos na redação.

Desempenho
O Sudeste é a região em que os estudantes obtiveram notas mais altas. Os concluintes da rede federal de educação tiveram desempenho mais alto em comparação com escolas municipais, estaduais e privadas. Veja na tabela:

Região

Participantes

Ciências humanas

Ciências da natureza

Linguagens e códigos

Matemática

Redação

Centro-Oeste

8,4%

542,6

480,7

503,3

467,3

437,6

Nordeste

33,7%

533,9

471

495,9

456,1

434,9

Norte

10,9%

529,9

464,8

487,1

442,7

417,5

Sudeste

34,9%

561,2

495,8

523,7

496,5

486,9

Sul

11,9%

557,7

491,2

517,8

487,8

468,9

Média Brasil

100%

546,5

482,2

507,9

473,5

455,4



Confira o desempenho por dependência administrativa das escolas brasileiras no Enem:

Rede

Ciências humanas

Ciências da natureza

Linguagens e códigos

Matemática

Redação

Federal

610,2

557,5

563,2

589,6

618,7

Estadual

528,2

466,6

494,7

451,5

434,7

Municipal

542,7

479,4

506,7

472,4

458,2

Privada

583,3

531,9

544,5

544,1

570,8



Prova on-line
O ministro da Educação, Cid Gomes, defendeu a realização do Enem virtual. "O Enem on-line é uma necessidade para dar mais comodidade e conforto aos milhões de brasileiros que têm de prestar esse exame. Hoje nós temos tecnologias que permitem isso, então não faz sentido montar uma operação de guerra, ficar sujeito a sabotagem e fraudes para fazer uma prova no mesmo horário em todo o Brasil". O ministro defendeu a construção de terminais seguros em que, mediante agendamento, os candidatos possam realizar o exame em qualquer momento do ano.

publicidade

publicidade