Competição reuniu 400 times do país

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 17/10/2012 08:00 / atualizado em 16/10/2012 09:56

Apesar de a comunidade competitiva brasileira ser uma das mais ativas, a cena de e-sport no país vive de altos e baixos desde o início da década de 2000. Os bons momentos geralmente estão atrelados a investimentos de fabricantes ou produtoras em torneios. “A era de ouro das competições eletrônicas foi entre 2004 e 2005, quando havia times em vários jogos. Depois, deu uma caída, e volta agora. O brasileiro está reaprendendo o que é e-sport”, aponta Bruno Vasone, gerente de comunidades sênior da Riot.

Participaram do primeiro campeonato oficial de League of legends mais de 2 mil jogadores, organizados em 400 times de todas as partes do país, como o estudante de educação física Gabriel “MiT” Souza, 21 anos, de Minas Gerais. Gabriel criou por conta própria seu time, o paiN.Razer, do qual é capitão, chamando jogadores pela internet. “Normalmente, as equipes são montadas on-line. Vamos jogando juntos e identificando quem tem potencial, ou se enquadra no perfil do grupo.”

Gabriel joga League of legends há um ano e meio, após tentar competir em Defense of the ancients. Apesar do papel de liderança do time, dentro do game ele utiliza um personagem de suporte, a feiticeira Lulu, ajudando seus companheiros a derrotar um oponente, que dá pontuações dentro de uma partida. “É provavelmente o jogo do qual eu mais me dediquei em um cenário competitivo. Acabei me identificando mais com alguns heróis.” (BS)


2 mil
Quantidade de participantes do primeiro campeonato oficial de League of legends
Tags: