SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Ciência

A hora de eleger as mais belas cidades

epois de organizar concursos sobre as maravilhas do mundo moderno e da natureza, organização europeia lança competição que definirá os centros urbanos mais bonitos do planeta. Brasília, Curitiba, Rio de Janeiro e Salvador estão no páreo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 06/12/2012 08:00 / atualizado em 05/12/2012 11:26

Max Milliano Melo

“Eu vi as muralhas da soberba Babilônia onde podem correr as bigas, a estátua de Zeus no Olimpo, os Jardins suspensos, o Colosso de Hélios, o enorme trabalho das altas pirâmides, a opulenta tumba de Mausolo; mas quando vi o templo de Ártemis, que se lança até as nuvens, todo o resto foi eclipsado, e eu disse: a par do sublime Olimpo, do olho de Hélios, jamais vi coisa parecida.” Nesse trecho de um poema do século 2a.C., o grego Antipater de Sidon relacionou sete construções consideradas as maiores obras-primas construídas pela humanidade. Passados mais de 2 mil anos, quando a população mundial chega aos 7 bilhões, uma nova lista começa a ser elaborada: a das sete cidades maravilhosas. Construída por meio de votação pela internet, a seleção está na segunda fase, com quatro centros urbanos brasileiros no páreo: Brasília, Curitiba, Rio de Janeiro e Salvador.

A iniciativa é da mesma fundação que organizou concursos semelhantes para eleger as Sete Novas Maravilhas da Humanidade, em 2007, e as Sete Maravilhas da Natureza, em 2010. A primeira votação terminou com a inclusão do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, ao lado de monumentos como a Grande Muralha da China e o Coliseu, na Itália. O Brasil voltou a emplacar duas de suas belezas na lista seguinte: as Cataratas do Iguaçu, na fronteira com a Argentina, e a Floresta Amazônica (veja quadro com as listas completas).

Agora, no terceiro concurso promovido pela organização 7NewWonders, com sede na Europa, é a vez de homenagear os centros urbanos, que desde 2007 abrigam a maior parte da população mundial. Lugares famosos, como a consmopolita Nova York, a descolada Londres, a moderna Tóquio e a romântica Paris, concorrem com outras joias menos conhecidas, entre as quais Pristina, em Kosovo; ou Baku, no Azerbaijão. “Um estudo lançado em 2010 mostrou que a contribuição econômica mundial feita pela campanha para eleger as Sete Novas Maravilhas, há cinco anos, foi avaliada em mais de US$ 5 bilhões”, ressalta Eamonn Fitzgerald, porta-voz da 7NewWonders.

Assim, ter uma cidade entre as sete mais bonitas do mundo pode mudar radicalmente — para melhor — a forma como uma nação é vista. “No ano passado, a Grant Thornton, uma organização internacional de contabilistas e consultores de gestão, disse que o turismo à Cidade do Cabo iria aumentar em até 20% ao ano, com 70% dos visitantes esperados para vir do exterior, se a Tábua do Cabo fosse escolhida uma das Sete Maravilhas da Natureza. A África do Sul poderia beneficiar-se com US$ 200 milhões por ano e gerar 11 mil oportunidades de emprego”, afirma Fitzgerald. A montanha sul-africana, de fato, acabou eleita.

Fases

O depoimento do porta-voz mostra que reconhecimento internacional, empregos e maior fluxo de turistas são algumas das vantagens que estão em jogo para as cerca de 300 cidades que passaram para a segunda fase da votação. Entre janeiro e março deste ano, cerca de 1,2 mil localidades de mais de 200 países foram indicadas pelos internautas. Agora, três centenas permanecem na competição. Dessas, 78 passarão para a próxima etapa. Caberá, então, a um time de especialistas indicar as 28 grandes finalistas, em março de 2013.

Votações sucessivas pela internet reduzirão então a lista para 21, 14 e, por fim, sete cidades, que receberão o título. Cada país poderá, segundo as regras do concurso, ter apenas uma de suas cidades na lista de finalistas, ou seja, as quatro localidades brasileiras indicadas concorrem entre si pela preferência dos internautas.

Cada um dos centros urbanos nacionais que permanecem na competição tem seus atributos para merecer o voto dos internautas. Organizada, Curitiba é conhecida como “cidade-modelo”, sendo berço dos BRT’s, um modelo de ônibus articulado que percorre vias exclusivas. A capital paranaense, porém, tem o difícil desafio de superar três cidades reconhecidas como Patrimônio Mundial da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura.

Salvador foi a primeira a receber a distinção do órgão da ONU, em 1985. Seu centro histórico foi tombado devido à grande densidade de monumentos que a tornam uma cidade colonial por excelência. A capital baiana também guarda importantes registros da cultura negra no mundo, tendo abrigado o primeiro mercado de escravos do Mundo Novo. Dois anos depois, Brasília se tornou a primeira cidade moderna a merecer o reconhecimento da Unesco, que considera a capital “um marco na história do planejamento urbano”. O site do órgão das Nações Unidas ainda elogia a arquitetura inovadora e imaginativa dos prédios oficiais da cidade.

Até o fechamento desta edição, Brasília aparecia à frente de Curitiba e de Salvador na votação promovida pela 7NewWonders. Contudo, era o Rio de Janeiro, que já recebeu o título de Cidade Maravilhosa pela cultura popular brasileira, a mais bem colocada na disputa. A capital fluminense, recentemente eleita Patrimônio Cultural da Humanidade na inédita categoria Paisagem Cultural Urbana, era a sexta cidade mais votada entre as 21 sul-americanas que permanecem no páreo. À frente dela, estavam as argentinas Mendoza, Buenos Aires e Salta, a peruana Cusco e a uruguaia Punta del Este.

Vote


Para participar do concurso, acesse o site http://www.n7w.com/en/cities.

De encher os olhos

Publicação: 05/12/2012 04:00

 

Confira os vencedores dos
concursos anteriores:


Sete Novas Maravilhas


Muralha da China
Longo caminho de muros construído entre o século 1 a.C. e o século 7 d.C.,  ícone da arquitetura militar
Local: Mar Amarelo, Deserto de Góbi e Mongólia, na China

Petra     
Sítio arqueológico de uma cidade esculpida nas pedras no século 3a.C.
Local: Golfo de Aqaba, Jordânia

Cristo Redentor
Estátua de Jesus Cristo de braços abertos do início do século 20
Local: Rio de Janeiro, Brasil
 
Machu Picchu

Cidade inca abandonada por motivo ainda não esclarecido
Local: Cuzco, Peru

Chichén Itzá
Sede do império maia construída no século 4 aC., famosa por suas pirâmides
Local: Yucatán, México

Coliseu
Ruína da arena de lutas da capital do império Romano, um dos berços da sociedade ocidental
Local: Roma, Itália

Taj Mahal
Construído no século 16 pelo imperador Shah Jahan, sobre o túmulo de sua esposa preferida, Aryumand Banu Begam
Local: Agra, Índia

Sete Maravilhas da Natureza

Floresta Amazônica e Rio Amazonas
Maior floresta tropical do mundo e maior rio em volume de água
Local: Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Guiana Francesa ( França), Guiana, Peru, Suriname e Venezuela

Baía de Ha Long
Arquipélago com 3 mil ilhotas de calcário esculpidas pela água
Local: Vietnã

Cataratas do Iguaçu
Conjunto de cerca de 275 quedas d’água no Rio Iguaçu
Local: Brasil e Argentina

Ilha de Jeju
A maior ilha coreana inclui o sítio da Ilha Vulcânica e Tubos de Lava de Jeju
Local: Coreia do Sul

Parque Nacional de Komodo
Parque de vida selvagem famoso por ser o hábitat do dragão-de-komodo
Local: Indonésia

Parque Nacional de Puerto Princesa
Uma das mais importantes florestas da Ásia, com rio subterrâneo
Local: Filipinas

Tábua do Cabo

Grande monolito de cume plano que domina a paisagem da Cidade do Cabo
Local: África do Sul

 

Tags:

publicidade

publicidade