SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Movimentos sociais da juventude organizam passeatas nas capitais do Brasil

Pelo menos 30 entidades participarão das manifestações que ocorrerão durante o fim do mês de março e todo o mês de abril

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 22/03/2013 17:45 / atualizado em 22/03/2013 18:07

Gustavo Aguiar

Mais de 30 movimentos sociais ligados à juventude, educação, cultura, religião, trabalho, gênero, questão racial, meio-ambiente e direito à terra no Brasil iniciam, na próxima terça-feira (26), em São Paulo, a Jornada Nacional de Lutas da Juventude Brasileira, série de manifestações que irão ocorrer até o fim de abril em mais de 10 capitais do país. Em Brasília, a principal marcha da Jornada de Lutas ocorre em 3 de abril (quarta-feira).

Entre as revendicações, está a necessidade de investimento na área da educação. Os grupos e entidades participantes exigem que 10% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro seja investido em educação, e que 100% dos royalties do petróleo e 50% do Fundo Social do Pré-Sal sejam aplicados no setor educacional.

A mobilização lembra também a importância do combate à violência e ao extermínio da população jovem e negra no Brasil, principalmente nas periferias das grandes cidades. Dados recentes do Conselho Nacional de Juventude mostram que, do total de homicídios no país, 70,6% das vítimas são negras e 53,5% são jovens com idades entre 15 e 19 anos.

O encontro reunirá, de forma inédita, grupos como a Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT), a Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG), o Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (APEOESP), a Pastoral da Juventude, o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES); União Brasileira de Mulheres (UBM) e a União Nacional dos Estudantes, entre outras entidades.

Calendário da jornada

Estão previstas grandes mobilizações em mais dez capitais brasileiras. Os movimentos pretendem ocupar a Esplanada dos Ministérios com mais de 5 mil pessoas. O objetivo é entregar à presidenta Dilma uma carta com as reivindicações da juventude brasileira.

Manifestações estão marcadas para ocorrer também em Curitiba (25/03), Manaus (26/03), Natal (27/03), Goiânia (27/03), Macapá (27/3), Fortaleza (27/03), Belo Horizonte (2/4), Recife (4/4), Salvador (11/4) e Porto Alegre (27/3). Após a marcha principal, em Brasília, o grupo segue para o Rio de Janeiro (4/03), onde fará passeata pelas ruas do centro da cidade.

Outras informações podem ser obtidas pelo site www.une.org.br.

Tags:

publicidade

publicidade