SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Estudantes agendam manifestação nas ruas e no Facebook contra Feliciano

Assembleia Nacional dos Estudantes Livre programa beijaço dia 24 em Brasília

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 19/04/2013 13:39 / atualizado em 19/04/2013 15:17

Gustavo Aguiar

Credito: Diogenis Santos/Agência Câmara.
"O Brasil vai sair do armário" é o lema que a Assembleia Nacional dos Estudantes Livre (ANEL) criou para se manifestar contra a presença do deputado Marco Feliciano (PSC-SP) na presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) na Câmara dos Deputados.

A organização pretende mobilizar os estudantes brasileiros via Facebook e sugerem que aqueles que se opõem ao atual presidente da comissão indiquem na rede social que estão em um relacionamento com uma pessoa do mesmo sexo.

O chamado é um preparativo para o ato-beijaço que ocorrerá em 24 de abril  durante a Marcha a Brasília, na Esplanada dos Ministérios, convocada por diversas entidades e movimentos socias. O objetivo é pressionar a renúncia de Marco Feliciano na CDMH. As entidades participantes sugerem que outros grupos marquem para o mesmo dia manifestações em outras cidades.

Na última quarta-feira (17), cinco deputados anunciaram que irão renunciar às vagas da Comissão. Erika Kokay (PT-DF), Jean Wyllys (PSOL-RJ), Domingos Dutra (PT-MA),  Chico Alencar (PSOL-RJ) e Luiza Erundina (PSB-SP) deixarão o colegiado porque são contrários à presidência do pastor Feliciano.

Segundo Arielli Tavares, 23, da Executiva Nacional da entidade estudantil, é impossível saber a abrangência da campanha, mas já contabiliza inúmeras manifestações de apoio, com novos namoros, noivados e casamentos inclusive entre heterossexuais a favor da causa. "No fim do ano passado, éramos todos Guarani-Kaiowás, hoje somos todos LGBTs, deixando o facebook gay, pelo Fora Feliciano", comenta.
Tags:

publicidade

publicidade