SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

GDF lança programa de incentivo ao primeiro emprego

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 25/04/2013 19:59 / atualizado em 25/04/2013 20:02

Agência Brasília

Com previsão de investimentos na ordem de R$ 13 milhões, o governador Agnelo Queiroz lançou o programa Jovem Candango, que facilitará o acesso de estudantes, de 16 a 18 anos, ao mercado de trabalho.

"Temos cerca de 90 mil jovens entre 16 e 17 anos no DF e somente 18 mil têm ocupação. Seremos a primeira unidade da Federação a abrir as portas da administração pública direta e indireta para os jovens terem qualificação", destacou o governador.

A iniciativa busca atender jovens carentes ou em situação de extrema pobreza, egressos do sistema socioeducativo e pessoas resgatadas do trabalho infantil. Todos os direitos trabalhistas, como a cobertura do sistema previdenciário, férias, 13º salário e FGTS, serão assegurados aos participantes.

A expectativa do governo é que sejam criadas 5 mil postos de trabalho para os jovens, nesta modalidade, até o final deste ano. Para atender esta demanda, as vagas deverão ser criadas nas empresas públicas e órgãos da Administração Direta do GDF.

Segundo o governador, os jovens beneficiados deverão iniciar os trabalhos no segundo semestre deste ano e o expediente será cumprido em horário contrário ao turno da escola. "Precisamos ter políticas públicas que possam ocupar essa juventude com algo saudável e queremos expandir a oferta para o próximo ano", reforçou o chefe do Executivo.

Em prática

Empresas do GDF como a Novacap, Terracap, CEB, Caesb, Emater e BRB empregam atualmente 698 jovens. Com o lançamento do Jovem Candango, eles passam a fazer parte de uma política de governo mais ampla de incentivo ao primeiro emprego.

Aprendiz desde o início deste ano, Lucas Fernandes, 16 anos, presta serviços de auxiliar administrativo na Novacap e comemora a criação do programa. "Essa medida não beneficia somente a mim, mas uma infinidade de jovens que não têm ocupação. Acredito que isso melhora a percepção da juventude, dá mais oportunidades e melhora a vida de toda a família", conclui Fernandes.

A contratação de aprendizes está de acordo com a Lei Federal 10.097/2000. O governador planeja, com essa iniciativa voltada ao preenchimento de vagas na Administração Pública, que o exemplo seja seguido pela iniciativa privada.

publicidade

publicidade