Executivo

Novo posto de bilhetagem

Instalada em área de grande circulação de pessoas, unidade próxima à Galeria dos Estados conta com 26 guichês e vai dar mais conforto aos usuários. O espaço, que oferece recarga do Passe Livre, entre outros serviços, funcionará de segunda a sábado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/05/2013 11:14 / atualizado em 07/05/2013 11:15

Mariana Laboissière

Os usuários do sistema de transporte público coletivo do Distrito Federal dispõem de um novo posto do Sistema de Bilhetagem Automática (SBA). Na tarde de ontem, o GDF inaugurou uma unidade na área central de Brasília, instalada no ambiente externo da Galeria dos Estados, próximo ao terminal do Metrô-DF. O espaço vai substituir uma antiga unidade, no Setor Comercial Sul, fechada na última terça-feira. O novo local conta com 26 guichês — oito a mais que o anterior—, além de banheiros e bebedouros.

Entre os serviços oferecidos estão a aquisição de Bilhete Único (Integração) e a requisição da segunda via de cartões. Beneficiados pelo Passe Livre Estudantil, Vale-Transporte, Cartão Cidadão e Cartão Especial poderão recorrer à unidade. Os atendimentos começaram às 8h de ontem e, até às 17h30, 950 pessoas foram atendidas. O espaço vai funcionar de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h e, aos sábados, das 8h às 12h.

Ao todo, são 15 postos do SBA espalhados por diversas regiões administrativas. Eles são geridos pelo Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans) e têm uma média de 5 mil atendimentos diários. Somente neste ano, quatro unidades foram inauguradas — em Brazlândia, em Samambaia, em Taguatinga e na Asa Norte. O DFTrans oferece o serviço também em uma unidade móvel, que percorre as regiões administrativas.

O governador Agnelo Queiroz destacou a iniciativa como parte integrante da política de Estado para melhoria do sistema de transporte como um todo. “Antigamente, o nosso povo chegava a passar por humilhação ao enfrentar longas filas, e isso me doía muito. A nossa meta atual é espera zero”, anunciou. “Quem usa o transporte público tem de ser valorizado, tem de ser prestigiado. É preciso estimular o uso, que deve ser de primeira categoria”, completou. O chefe do Executivo acrescentou a importância da recarga embarcada, voltada aos estudantes. A partir dela, os créditos podem ser inseridos nos cartões dentro dos coletivos. Cerca de 70 mil beneficiados já aderiram ao novo serviço.

Economia de tempo

A babá Maria Dalva Santos, 53 anos, também comemorou a criação do posto. Moradora de Santa Maria, ela afirma que um espaço próximo à Rodoviária do Plano Piloto é sinônimo de economia de tempo. “Os meus filhos estudam e dependem do ônibus, então, de vez em quando, preciso vir aqui. Hoje (ontem), por exemplo, tenho que atualizar o cartão, que deu problema ao passar”, esclareceu. Segundo Maria Dalva, o atendimento foi rápido. “Durou, no máximo, 10 minutos. Nada comparado ao que acontecia antes. Lembro-me bem de chegar a dormir na fila. Tinham dias que vínhamos para o Setor Comercial Sul à meia-noite. Graças a Deus melhorou”, exclamou. O investimento para criar o espaço foi de R$ 482 mil.

Em 2011, o GDF assumiu o controle do SBA, antiga Fácil. Por meio de decreto, o governo deixou claro que a atribuição legal de planejar, gerir, controlar e fiscalizar todo o Sistema de Transporte Público Coletivo é atividade de Estado. Além disso, o governo sancionou o Plano Diretor de Transporte Urbano, para permitir o investimento de recursos superiores a R$ 5 bilhões na melhoria do serviço prestado, com a implantação de corredores exclusivos para ônibus e a licitação de todo o sistema.

Troca de comando

» ALMIRO MARCOS

O novo comandante da Polícia Militar do Distrito Federal, coronel Jooziel de Melo Freire, evitou levantar polêmicas ontem sobre a saída do seu antecessor, coronel Suamy Santana da Silva, exonerado na semana passada após a polêmica do pedido de compra de 17 mil capas de chuva para o período de realização das copas das Confederações, este ano, e do Mundo, em 2014 — as competições ocorrerão em período de seca.

Jooziel disse, em entrevista coletiva na sede do comando geral da corporação, que não quer gastar energia, nem ficar discutindo coisas do passado. “Isso não levaria a nada. Agora, é daqui para a frente”, resumiu.

O chefe da corporação disse que ainda não definiu se vai proceder mudanças nos comandos dos batalhões. “É claro que cada um tem sua maneira de fazer as coisas, um toque pessoal, mas ainda vamos avaliar o que será necessário”, acrescentou. Ele disse que assume com o papel de dar continuidade ao trabalho e tem como meta dar andamento ao programa Ação pela Vida, que prevê uma integração entre as forças de segurança e com outros órgãos do GDF.

O coronel, que exercia ultimamente a função de secretário adjunto de Segurança Pública, receberá o comando na manhã de hoje em cerimônia na Academia da PMDF.
Tags: