SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Tecnologia

Cidade Digital em disputa

Concorrência escolherá empresa que administrará o parque. Vencedora terá 53,1% de participação nos negócios

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 09/05/2013 18:00 / atualizado em 09/05/2013 11:33

Larissa Garcia

Está aberta a concorrência para as empresas ou os consórcios interessados em administrar o Parque Tecnológico da Capital Digital (PTCD). Os interessados têm até o dia 14 próximo para cadastrar ao certame. O projeto é uma parceria público-privada, denominada de sociedade de propósito específico. A Agência de Desenvolvimento do DF (Terracap) entrará no convênio com o terreno de 96 hectares, avaliado em R$ 1,16 bilhão. A ganhadora da disputa terá participação de 53,1% nos negócios e ficará responsável pela parte física, da construção e da urbanização da área, orçada em R$ 243 milhões apenas no primeiro ano.


As empresas cadastradass terão até 28 de maio para entregar os documentos e as propostas. No dia seguinte, elas começaram a ser avaliadas. “O setor de tecnologia da informação está muito otimista com o projeto. Agora, sim, acreditamos que vai dar certo. O projeto é muito bem elaborado e esse poderá ser o maior parque da América Latina”, disse o presidente do Sindicato da Indústria da Informação do Distrito Federal (Sinfor-DF), Jeovani Salomão, que tratou do assunto em reunião com a Terracap. “Muitas empresas já procuraram o órgão e mostraram muito interesse”, completou.


Entre os interessados, estão a Gávea Investimentos, do ex-presidente do Banco Central Armínio Fraga, e o BTG Pactual, do banqueiro André Esteves. Um dos assuntos em pauta na reunião foi a necessidade de se ampliar o mercado para a absorção dos novos empreendimentos. “Temos de pensar não só na conclusão do projeto, mas também no que vem depois. Há necessidade de ampliar o setor, para que possamos receber as empresas que virão para o parque digital. Isso tem de ser bastante discutido”, revelou Salomão. Em todo o DF, há 700 empresas no segmento e 30 mil postos de trabalho. São R$ 3,5 bilhões em volume de negócios gerados pelo setor, que representa 3,5% do Produto Interno Bruto (PIB) da capital federal.


O DF é o terceiro maior mercado de TI do país. Segundo levantamento da Terracap, com a Cidade Digital em funcionamento, a capital federal passará para a 2ª colocação no ranking nacional. “O empreendimento poderá mudar totalmente a economia de Brasília. Sabemos que é uma região apoiada na administração pública e que esse modelo já não é sustentável. Podemos nos tornar um dos maiores polos tecnológicos do país”, afirmou Salomão. Ainda não há segmentação de empresas definida para o espaço. O objetivo é de que o próprio mercado se direcione, mas há uma tendência para softwares corporativos e segurança de rede.

Radiografia
Área a ser construída    96 hectares
Previsão de novos empregos    24.810
Estimativa de alta no setor    7%

Cenário atual do setor de TI no DF
Empresas    700
Postos de trabalho    30.300
Volume de negócios    R$ 6 bilhões
Participação no PIB local    3,5%
Mercado nacional    3º lugar

Prazo
As empresas têm até o dia 14 para se cadastrar naTerracap ou pelo e-mail ptcddipre@terracap.df.gov.br. Mais informações: www.terracap.df.gov.br.
Tags:

publicidade

publicidade