SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Seminário discute uso das novas mídias na educação

Evento, que acontece na próxima sexta (24), terá a participação de jornalistas como Dad Squarisi e Sérgio Garschagen

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 22/05/2013 17:31 / atualizado em 22/05/2013 17:50

Agência UnB

Não é novidade que a tecnologia e as novas mídias vêm alterando a maneira de nos comunicarmos e expressarmos. Abreviações, símbolos, gírias e outras formas de construção textual são cada vez mais comuns no dia a dia e interferem nas relações humanas em variadas esferas. São inúmeros os exemplos de como a atual sociedade da informação e as novas mídias transformaram a educação.

Fora das escolas, os alunos vivem em um ambiente cada vez mais on-line; já em sala de aula, a interação continua analógica. "Isso tem causado um mal-estar e ninguém sabe o que fazer, como integrar essas novas linguagens no cotidiano", explica o professor Gilberto Lacerda dos Santos, do Departamento de Métodos e Técnicas (MTC) da Faculdade de Educação da UnB. Segundo ele, “no ambiente escolar, alunos e professores são cidadãos de dois mundos”.

Atentos a essa realidade e interessados em compreender a forma como a sociedade passou a se relacionar com a informação, com o conhecimento e com a educação diante das novas tecnologias, pesquisadores da Faculdade de Educação (FE) da UnB realizarão, na próxima sexta-feira (24), o seminário
As novas mídias, as novas comunicações e as novas  educações

O evento integra o calendário de atividades do Laboratório e Grupo de Pesquisas Interdisciplinares sobre Informática e Educação, ligado ao Programa de Pós-Graduação em Educação da UnB.

O seminário é destinado aos estudantes de graduação e pós-graduação da UnB, educadores, psicólogos, comunicadores, antropólogos, sociólogos e demais interessados no tema, que afeta toda a sociedade. “A maneira como produzimos e consumimos informação mudou”, diz Gilberto Lacerda. Exemplo disso são os comerciais, o noticiário e o texto utilizado no marketing de produtos e serviços. “Faz referência hipertextual com muito conteúdo semiótico, narrativas invertidas. Nós estamos vivendo uma revolução travada pelas novas mídias e todos estão buscando respostas para se adaptar a esse contexto cada dia mais desafiador” avalia Lacerda.

Para discutir esse cenário, formadores de opinião e disseminadores de conhecimento participam do evento. A jornalista Dad Squarisi abordará os impactos das novas mídias nas práticas sociais de leitura e escrita. Também participa do debate o blogueiro Tiago Correia, que discute a relação entre as novas mídias e o comportamento humano, e o jornalista Hugo Costa, secretário de Comunicação da UnB, que trata do impacto gerado pelos novos meios de comunicação na produção da notícia. "A gente vive uma revolução no modo de acompanhar, produzir e disseminar a informação", diz o jornalista.

Outra convidada para o evento é a educadora Mariana Letti, da Secretaria de Educação do Distrito Federal, que irá discutir os impactos das novas mídias no ensino e na aprendizagem, juntamente com o jornalista Sérgio Garschagen. Na ocasião, Sérgio lançará o livro Cemitério dos Elefantes. A obra aborda a produção de informação, notícia e conhecimento após o advento das novas tecnologias de comunicação, tema da palestra do comunicador. A mediação dos debates será feita pelo professor Gilberto Lacerda.

As inscrições para o seminário podem ser feitas no dia 24 de maio, a partir das 12h, na entrada do auditório Dois Candangos, da Faculdade de Educação, no campus Darcy Ribeiro. Serão disponibilizadas 250 vagas.

 

Tags:

publicidade

publicidade