SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Parlamentares de língua portuguesa querem fortalecer relações entre países

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 27/05/2013 17:17

Agência Câmara

Parlamentares de oito países de língua portuguesa – Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste – estão nesta segunda e terça-feira (28) na Câmara para a reunião preparatória para a 4ª Assembleia Parlamentar da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (AP-CPLP).

O encontro, com cerca de 30 participantes, busca definir estratégias e temas para a 4ª Assembleia Parlamentar, que deverá ocorrer em Luanda, capital de Angola, em outubro próximo.

De acordo com a 2ª vice-presidente da Assembleia Nacional de Angola, deputada Joana Lina Baptista, o encontro quer fortalecer as relações entre os parlamentos dos países de língua portuguesa. “O que se pretende é o reforço das relações entre os parlamentos da CPLP, fazendo complemento às relações que existem entre cada um dos países a título bilateral e dentro da própria comunidade”, disse.

Democracia e economia

O deputado timorense Estanislau Aleixo da Silva, atualmente à frente do grupo parlamentar da CPLP, afirmou que os encontros entre parlamentares ajudam a “desenvolver cada país na área da democracia e de melhorias econômicos sociais”. Segundo ele a próxima assembleia deve focar em assuntos internos como os estatutos da comunidade e da assembleia parlamentar. Além disso, os parlamentares debaterão temas constitucionais, econômicos, de recursos naturais e de educação.

Para a deputada Janete Rocha Pietá (PT-SP) o encontro fortalece o espírito de solidariedade e cooperação das nações de língua portuguesa, para ampliar a democracia e a paz. “Temos de nos afirmar no contexto das nações, inclusive por não ter na ONU [Organização das Nações Unida] a língua portuguesa [entre as línguas oficiais]”, afirmou.

Programação
Os parlamentares discutiram, nesta segunda-feira (27), a revisão dos estatutos da assembleia e da CPLP e as missões de observação eleitoral. A Rede de Mulheres da AP-CPLP também debateu seu plano de ação para a assembleia e um balanço das atividades parlamentares em defesa das mulheres

Na manhã de terça-feira, às 10 horas, no Plenário 3, os participantes realizam uma reunião com todos os membros: parlamentares, secretários-gerais e assessores dos grupos nacionais.

Após o almoço
que será oferecido pelo presidente da Câmara, no restaurante do 10º andar do anexo 4 –, o evento se encerra com a discussão e análise dos relatórios finais, em plenária a ser realizada às 15h, no auditório do Centro de Formação e Treinamento (Cefor).

Segundo Janete Pietá, os parlamentares estrangeiros se mostraram interessados em conhecer o sistema eletrônico de votação utilizado no Congresso brasileiro. Por isso, esse assunto foi incluído na visita.
Tags:

publicidade

publicidade