SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Histórias para relembrar

Entrevista com Tatiana Belinky publicada no caderno Super! em 2 de fevereiro

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 18/06/2013 10:56 / atualizado em 18/06/2013 11:05

Gustavo Aguiar

Marcos Mendes/AE
Ela sabe tudo
A escritora Tatiana Belinky acabou de fazer 94 anos, mas, pelo jeito,a idade não é nada:neste ano,ela já publicou dois livros que se juntam à longa lista de mais de 270 obras publicadas.Tatiana ficou mais famosa como seus limeriques, que são poemas engraçados contados em cinco versos.

Ela sabe tudo de literatura brasileira feita para crianças,mas você sabia que a autora nasceu na Rússia? Ela veio para São Paulo com a família,em 1929, e sua primeira "contação" para crianças aconteceu entre 1948 e 1951, quando ela criou várias adaptações para o teatro infantil, como Peter Pan, trabalhando com o marido, que era médico e educador.

Depois,Tatiana começou a escrever para programas de TV para a criançada, como O Sítio do Picapau Amarelo. A autora recebeu vários prêmios literários e também ficou famosa como tradutora de obras infantis.O Super! aproveitou para trocar uma ideia com essa grande escritora:

Como foi a sua infância,antes de chegar no Brasil?
Nasci na Rússia por acaso no meio da sala de jantar durante uma viagem dos meus pais a São Petersburgo. Mas, na verdade, eu sou da Letônia, onde passei os primeiros anos de vida (quer dizer, hoje eu sou do Brasil!). Lá na Letônia eu ia muito ao teatro, ouvia música, brincava... e sempre gostei de ler, desde pequena.

Qual é aprimeira coisa de que se lembra na vida?
Aah!, eu tenho uma memória meio maluca! Lembro de muitos detalhes da minha infância. Mas a minha primeira lembrança é do dia do nascimento do meu irmãozinho, quando eu tinha 2 anos.

Como se começa um livro para crianças?
Normalmente com “era uma vez...”, mas nem sempre é assim. Um livro se começa com uma boa história bem emocionante, porque criança não é boba e gosta só de coisa boa.Não adianta enganar as crianças, elas são muito espertas, e têm um ótimo senso de humor, bem diferente da maioria dos adultos.

Qual é o personagem dos livros para criança com quem a senhora mais se identifica?

Quando eu era pequena, eu gostava do Gato de Botas. Todo mundo falava mal dele porque ele era espertalhão,mentiroso...mas eu não achava.Ele só contava umas mentirinhas, e só quando precisava! E tem a boneca Emília,que é a mais inteligente de todas as personagens femininas do Brasil.

Quem é o seu autor infantil favorito?
É difícil, viu. Já li tanta coisa legal nesses 94 anos de vida. Mas acho que ainda é o Monteiro Lobato. Ele é muito bom, né?

Como foi conhecer o Monteiro Lobato em pessoa?
Eu já era casada, e estava em casa com meu marido quando o telefone tocou. Era o Lobato em pessoa na linha. Mas eu achei que fosse trote, e disse:“a-há, se você é o Monteiro Lobato, aqui quem fala é o Rei Jorge!” Uma hora depois ele estava na minha sala de jantar, em carne e osso (aliás, muito mais osso do que carne). Lobato era um homem muito interessante e espirituoso!
Tags:

publicidade

publicidade