SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Ministério da Saúde ressalta que médicos estrangeiros virão em último caso

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 11/07/2013 12:41

Agência Câmara

O diretor de programas da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde, Felipe Proenço, reafirmou a necessidade do programa Mais Médicos e da melhor distribuição desses profissionais pelo território nacional. Em audiência pública na Comissão de Educação, ele retomou o argumento do governo de que as vagas serão destinadas prioritariamente a brasileiros, mas que estrangeiros serão chamados para os postos não ocupados. Na audiência, Proenço explicou os detalhes do programa Mais Médicos e ressaltou a carência desses profissionais no País, que conta com apenas 1,8 médicos para cada mil habitantes. "Vinte e dois estados, inclusive, estão abaixo dessa média nacional", disse. A audiência discute a dispensa do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos expedidos por Instituições de Educação Superior Estrangeiras (Revalida) para médicos estrangeiros que venham a ser contratados.
Tags:

publicidade

publicidade