SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

INFORMÁTICA

Doentes por tecnologia

Apesar de trazer facilidades para o dia a dia, o exagero no uso de dispositivos eletrônicos pode se tornar um vício. Há, inclusive, quem use o celular, por exemplo, durante o sexo ou no banho

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/08/2013 18:00 / atualizado em 20/08/2013 10:42

 

A tecnologia tem seduzido cada vez mais usuários. Basta ver que os smartphones, os tablets e os notebooks ficaram populares — apenas o primeiro tem projeção para vender 32,7% a mais este ano. O entusiasmo com essas novidades é compreensível: há uma variedade de recursos e funções que facilitam vários aspectos da vida — desde aplicativos que ajudam a pessoa a controlar a diabetes a programas de ensino a distância. No entanto, alguns acabam por exagerar no uso e o que era uma ferramenta, se torna um vício.

Para se ter ideia da necessidade que algumas pessoas possuem de seus aparelhos, a empresa especializada em tecnologia Jumio fez uma pesquisa nos Estados Unidos sobre hábitos do uso de celulares. Alguns dados são inusitados: 9% dos entrevistados afirmaram que utilizam o celular enquanto fazem sexo, e 12% revelaram a utilização no banho. E nem mesmo os religiosos resistem a essa tentação. Segundo o estudo, 19% dos americanos mexem no dispositivo durante as missas.

Mas os abusos vão além de situações corriqueiras. Algumas podem trazer prejuízos sérios. A mesma pesquisa indica que 32% dos entrevistados utilizam o celular em encontros, 35% em salas de cinema e 55% enquanto dirigem, o que pode causar acidentes graves. Assim, a barreira entre a necessidade e o uso prejudicial dessas novidades é tênue. Especialistas indicam que o problema não está na tecnologia, mas no usuário.


No Brasil
O Informática realizou uma enquete semelhante à pesquisa americana no Facebook do Correio, selecionando algumas ocasiões estranhas ou impróprias para o uso dos smartphones. Segundo o resultado, as situações mais votadas pelos internautas são: em reuniões de trabalho (21%), na aula (19%) e no meio da madrugada (17%). Entre as outras opções, vale destacar que 14% das respostas indicam o uso do celular durante o banho. Resta saber como conseguiram a proeza.
Tags:

publicidade

publicidade