SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

EDUCAÇÃO »

Planetário reabre hoje

Após 16 anos fechado, foram investidos R$ 13 milhões, o que permitirá ao brasiliense ver o espaço por meio de equipamentos e sistemas inéditos no país

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 11/12/2013 11:01 / atualizado em 11/12/2013 11:05

Ana Paula Lisboa

Carlos Vieira
Após 16 anos com as portas fechadas, o Planetário de Brasília será reinaugurado, às 10h30 de hoje, pelo governador Agnelo Queiroz, e promete retomar a programação do espaço reservado a exposições, oficinas, aulas, exibições de filmes e outros eventos voltados à astronomia na cidade. A reforma, que custou mais de R$ 13 milhões aos cofres públicos, traz um novo modelo de tecnologia de ponta, o projetor digital Power Dome, comparado aos melhores do mundo, acompanhado pela permanência do primeiro projetor analógico do local, o SpaceMaster, adquirido na década de 1970.

Além da estrutura totalmente reformada, a parte tecnológica também foi restaurada. A cúpula onde ocorrem as sessões de cinema é equipada com oito projetores que exibem filmes no teto circular, dando a sensação de tridimensionalidade e imersão. Esse sistema é inédito no Brasil e existem apenas dois semelhantes, instalados na Alemanha. O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do Distrito Federal, Glauco Rojas, destaca a relevância do planetário para a comunidade brasiliense. “É um centro de referência nas áreas de tecnologia, entretenimento e também turismo. Brasília é a capital da sexta economia do mundo e o fato de não ter um planetário era uma lacuna que precisava ser preenchida.”

Marcelo Domingues, 42 anos, membro do Clube de Astronomia de Brasília, e mais 39 interessados pela área estiveram no Planetário de Brasília no último sábado para um teste. Depois de visitar centros que simulam o céu em Paris, Amsterdã, Copenhague, Santiago e outras capitais, o astrônomo amador avalia que o de Brasília é de alto padrão. “Em matéria de qualidade de imagem, é o melhor planetário em que já estive. Ele combina uma parte analógica, com resolução melhor, e uma parte digital que permite mais possibilidades, como simulação de voo numa nave espacial e aproximação de um planeta”, detalha.

Paula Ilha, 36 anos, tem a mesma opinião. “A meninada tem que ter a chance de se aproximar dos mistérios do Universo”, diz. Paula Ilha e os filhos, Júlia, 11, e Caio, 9, estavam na expectativa para a chegada de um planetário à cidade havia muitos anos e ficaram muito animados com uma visita ao lugar. A família possui telescópios e binóculos e mantém o costume de observar e admirar o céu. “Eu fui ao antigo planetário quando era mais jovem e esperei pela reabertura durante todos estes anos. Meus filhos nasceram e aprenderam comigo a serem apaixonados por astronomia. Eles aguardavam pela reabertura desde que nasceram”, conta.

O projetor ótico do Planetário de Brasília, o SpaceMaster, foi comprado com outros equipamentos astronômicos, como o projetor do Planetário do Rio de Janeiro e o telescópio da Universidade de Brasília, pelo governo brasileiro em 1970. “Os equipamentos vieram da Alemanha Oriental e foram pagos com sacas de café, por causa da dificuldade de câmbio na época”, explica o físico e astrônomo Airton Lugarinho, 63 anos. Ele trabalhou no Planetário de Brasília entre 1982 e 1989 e, novamente, de 2004 até julho de 2013, quando se aposentou.

Fique por dentro

O Planetário estará aberto ao público a partir da próxima quinta-feira.
Horário de funcionamento: de terça-feira a domingo. Visitas podem ser agendadas às 9h30 e às 14h30 durante a semana. O público em geral pode conhecer o Planetário às 11h, às 16h e às 19h. Nos fins de semana, estão previstas sessões para o público aberto às 14h, às 15h15 e às 16h30.
Ingressos: 1kg de alimento não perecível
por pessoa, para cada sessão.
Acesso: escolas e instituições de ensino poderão agendar visita pelo
telefone 3361-6810.
Tags:

publicidade

publicidade