SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Sistema de monitoramento do Enem é referência em gestão

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 01/04/2014 17:03

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi escolhido para representar o Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle (Simec) do Ministério da Educação na sexta edição do evento Gestão em destaque – Experiências de sucesso no Governo Federal, na manhã desta terça-feira, 1° de abril.

O ministro da Educação, Henrique Paim, apresentou o modelo de Monitoramento de Processos e Gestão de Riscos do Enem e afirmou que esse sistema traz ao estudante tranquilidade quanto ao processo de aplicação da prova.

“Com este novo modelo de monitoramento, o estudante tem certeza que os gestores se preocupam com todo o planejamento que envolve o exame”, destacou o ministro, lembrando que o Enem é a principal porta de acesso à educação superior e indutor do avanço do ensino médio no país.

Paim explicou as etapas de realização do exame, desde a elaboração e revisão de itens de conteúdo, certificação dos pontos de risco, até o encaminhamento final do material para os locais de provas. “Em 2013, foram cerca de 150 mil salas de aula visitadas e certificadas em 1.661 municípios em todo o Brasil”, afirmou. “Esse tipo de monitoramento proporciona ao estudante uma prova de qualidade.”

O secretário de avaliação e gestão de informação do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Paulo Jannuzzi, ressaltou que o desafio dos gestores é utilizar de forma analítica as informações do Simec como painel de controle de dados de monitoramento. O secretário também destacou a importância desse monitoramento para um exame de proporções nacionais. “Envolver 600 mil pessoas no Enem é realmente um plano de guerra. E tudo é possível graças a esse sistema de monitoramento feito pelo Simec.”

O evento foi promovido pela Assessoria Especial para Modernização da Gestão (Asege) do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Participaram também do debate o secretário-executivo do MEC, Luiz Cláudio Costa, o chefe da assessoria especial para modernização da gestão, Valter Correia, e Paulo Jannuzzi, secretário de avaliação e gestão de informação do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS).
Tags:

publicidade

publicidade