SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Ações integradas buscam melhorar segurança na UnB

Polícia Militar, Departamento de Trânsito do Distrito Federal e reitoria unem esforços para coibir violência nos campi. Edital lançado em março prevê contratação de 166 vigilantes

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 01/04/2014 19:31

Agência UnB

Murilo Abreu/UnB Agência
A Polícia Militar (PM) e o Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) retomaram, nesta segunda-feira (31), a ação preventiva iniciada em outubro do ano passado no campus Darcy Ribeiro. A operação, que irá acontecer nos estacionamentos públicos e nas vias de acesso à universidade, tem como objetivo diminuir os índices de furto em veículos e orientar sobre regras de trânsito e sobre uso de estacionamentos públicos.

A iniciativa atende à solicitação da administração da UnB que, no dia 13 de março, esteve reunida com o secretário de Segurança do Governo do Distrito Federal, e representa uma continuação da Operação Ethos, realizada em outubro, após audiência pública sobre segurança no campus.

O major André Luiz, subcomandante do 3º Batalhão de Polícia Militar, responsável pela área na qual a universidade está inserida, informa que a medida tem caráter educativo, visa diminuir o número de ocorrências e deve durar um mês.

“Há um alto índice de furtos de pertences dentro dos veículos. Muitas pessoas deixam os carros abertos ou permanecem no interior deles sem a devida atenção. Precisamos conscientizar a comunidade acadêmica sobre isso”, explica André Luiz.

De acordo com o subcomandante, a partir de segunda-feira, serão destacados 38 policiais e 16 viaturas, que atuarão em três turnos, das 7h às 23h, em pontos estratégicos da universidade.

Para o chefe de segurança da UnB, José Barbosa Guedes, a ação é importante para melhorar o trânsito e o uso dos estacionamentos públicos. “É preciso lembrar aos usuários dos estacionamentos que as regras de trânsito são as mesmas, dentro ou fora da UnB. Temos muitos casos de estacionamento irregular, em vagas para deficientes e em locais reservados para ambulâncias, por exemplo”, cita.

Guedes diz ainda que a operação vai reforçar o alerta à comunidade acadêmica para os cuidados com segurança, principalmente ao entrar e sair do carro e em relação aos objetos deixados nos veículos.

MAIS VIGILANTES

Prevendo o fim do atual contrato de terceirização em agosto deste ano, um novo edital para contratação de vigilantes foi lançado no último mês. O documento, que prevê fiscalização do contrato para melhorar a qualidade dos serviços prestados, deve estar disponível para consulta no portal da UnB a partir desta quarta-feira (2).

“Ele está temporariamente suspenso para ajustes, mas isso faz parte do processo licitatório”, justifica o prefeito do campus, Marco Aurélio Gonçalves de Oliveira. “A previsão é de que o contrato esteja assinado em maio e os vigilantes estejam trabalhando de acordo com as novas exigências em agosto”, completa.

Oliveira destaca duas novidades do edital. Ele cita a inclusão de pontos eletrônicos de controle nos quatro campi com o objetivo de assegurar que as rondas sejam feitas e um modelo de pagamento baseado no cumprimento do serviço.

“Se o trabalho for inteiramente realizado, paga-se cem por cento do valor previsto em contrato”, diz o prefeito. “É um jeito de garantir que falhas, erros e omissões sejam punidos”, explica.  Para isso, uma ficha de avaliação, contendo itens como pontualidade e permanência dos vigilantes nos postos e frequência das rondas, será preenchida todos os meses.

Hoje, na UnB, há 274 vigias. Desses, 108 são servidores concursados e 166 terceirizados.
Tags:

publicidade

publicidade