SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Depressão pode ser confundida com distúrbios do sono

Diagnóstico é feito por entrevista e exame polisonográfico

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 30/04/2014 17:45

Agência UnB

Irritabilidade, desânimo e falta de memória são sintomas comuns que podem estar ligados a diversos problemas de saúde, entre eles a depressão e o distúrbio do sono. Por terem indícios parecidos, essas duas doenças podem ser confundidas, mas o tratamento entre elas é diferenciado. Por isso, é importante obter o diagnóstico médico para que o paciente inicie a terapia correta.

O diagnóstico do transtorno do sono é feito por meio de entrevista rigorosa, realizada por um especialista em Medicina do Sono, e investigação polissonográfica. Já a depressão é identificada pelo diagnóstico clínico. Orientações são oferecida no Ambulatório de Neurologia do Hospital Universitário de Brasília (HUB).

Existem vários tipos de distúrbios do sono e cada um apresenta um tratamento específico. “Transtornos de sono são múltiplos, no entanto, a regra geral é melhorar os hábitos do paciente e eventualmente inserir remédio no tratamento”, explica Raimundo Nonato, neurologista especialista em sono do HUB. O tratamento da depressão é baseado na utilização de remédios e na psicoterapia.

Apesar de serem parecidas em alguns aspectos, as duas doenças possuem alguns sintomas diferentes que ajudam a identificar a enfermidade. No caso do distúrbio do sono, o paciente sente indisposição física, indecisão, falta de energia e cansaço. Por outro lado, a depressão tem sinais ligados a desinteresse, isolamento social e choro frequente.

SERVIÇO
Ambulatório de Neurologia - 3448-5432
Tags:

publicidade

publicidade